Apontamentos levianos para um ensaio gravíssimo: o anacoluto

04/11/2009

O anacoluto, do grego anakólouthon, “o que não tem seqüência”, sem ele não vivemos. Quebra de estrutura, não exagera quem diz que o recurso está para a sintática como o non sequitur para a lógica. Eu, tanto faz que os conformistas do papai-e-mamãe gramatical riam de mim, apontando tropeços, gagueiras: o anacoluto para reproduzir na escrita o tumulto da vida não existe outro igual.

44 Comments

  • chato 04/11/2009 at 18:15

    Boa. O anacoluto é muito pouco comentado e valorizado. Estou com você, Sérgio.

  • Rosângela 04/11/2009 at 19:31

    Ana com luto é um problema de verdade. Sem o seu par, sem a companhia, que se foi, fica tudo interrompido. Pobre Ana com luto… com perdas… com faltas…

    Ana com luto, por isso Ana sem…
    Não há tumulto mais grave que luto…
    Ana com luto…

    Só.

  • Thiago Maia 04/11/2009 at 20:37

    De mestre, SR.

  • hal 04/11/2009 at 21:05

    Esse foi, sem dúvida, o artigo mas estúpido, sem sentido e pedante que eu já li na internet.

  • Varuna 04/11/2009 at 22:08

    Ao hal:

    Este foi, sem sombra de dúvida, o comentário MAIS (e não MAS) estúpido e ignorante que eu acabo de ler de vc. !

    Não se comenta ou não se julga artigo ou outro fato, principalmente, tratando-se de matéria semântica a qual vc. provou que está fora do âmbito de seu conhecimento.

    “QUEM AMA UM BURRO, INTELIGENTE LHE PARECE”

    É um ANACOLUTO !

    VÁ procurar o significado, pra depois julgar.

    • carlos 04/11/2009 at 23:58

      varuna, varuna
      por que o “outro” não pode expressar-se? Todos têm de ser você? O outro existe. O outro sou eu.
      Não entendo de anacoluto. Sei, porém, que esta frase está tão mal construída que não permite zombar do ‘outro’, escrachá-lo:
      “tratando-se de matéria semântica a qual vc. provou que está fora “. O seu “a qual” é um verdadeiro luto da ana,
      Atenciosamente, o pai da ana de luto.

    • Varuna 05/11/2009 at 09:39

      Aos ácidos de plantão:

      Minha crítica ao SR. Hal, foi devido ele ter atacado ao
      ‘Colunista’ e não ter o mínimo de conhecimento sobre o assunto. Se não entendo ‘contabilidade’ porque vou desfazer da proposta de um jornalista que aborda tal assunto. Além do mais ele usou a conjunção adversativa (mas). Bem, aí aparecem os “frustrados de plantão” tal como na crítica do Sr. Hal ao jornalista.

      O que eu, particularmente, não tolero é a censura gratuita e inoportuna !

  • Marcio Vieira 05/11/2009 at 00:22

    Essa (esse?) Varuna deve ser um desses imbecis que acham que passar a vida lendo uns livrinhos idiotas os torna mais inteligentes que os outros.
    É de dar dó.

  • Werner Plaas 05/11/2009 at 00:24

    Como disse LFV, a gramática precisa apanhar todo dia para saber quem manda.
    Sabendo usar, que mal há?

  • JH 05/11/2009 at 04:08

    hal, diga aos circunstantes as suas razões para “estúpido, sem sentido e pedante”. Nem digo que seja deselegante tanta virulência por tão pouco, mas resta saber o motivo. Qualquer que seja, mas, de preferência, algo inteligente. Quero saber.

  • Fiioravante Furlaneto 05/11/2009 at 04:47

    Ao Márcio Vieira: há pessoas que passam a vida lendo “livrinhos idiotas”, e há pessoas que são idiotas por que têm aversão à leitura. O que se pode esperar de um país que tem um presidente idiota, um analfabeto funcional?

  • mauro 05/11/2009 at 05:39

    que coisa a ana coluto foi minha vizinha aqui em ipanema , que mulher so vendo , completa , fazia um omelete depois …. da praia , quando batia a fome so depois faziamos aquelas coisas que os joivens fazem o tempo todo, ate que seus gemidos ardentes fizeram com que a sindica do edifício nos multasse em um salario mínimo o qual me neguei a pagar terminantemente

  • Rosângela 05/11/2009 at 08:16

    Kêkéisso, gente! ô seu hal, vai procurar um corredor, para colocar sua dor para correr, fio! Kékéisso, fio? Aquilo que exiges do autor não observas em ti? Acorda ! Para não pagar orangotango… porque mico já até correu de você, de tanto ser pago.

    Vamos dar uma voltinha com Jesus ali na viração do dia? Você vai encarnar todas as metáforas ceuzíticas, a não ser que prefiras metominiar e comer a Palavra toda.
    e olha, ou então catacresear um braço do rio… Ou numa antonomásia com o Mestre.

    E cá me despeço, pleonasmaticamente e já pedindo perdão porque “o que você pensa, isso não me interessa…”

    Mas muito me interessa tua vida paronomásia, visto que com tais premissas, me levastes às primícias…

  • Rosângela 05/11/2009 at 08:22

    Agora, “va runa” para você:
    Estúpido e ignorante, fio (condutor de desprazer!), é não saber interpretar as interpretações de intérpretes que interpretam bem além das interpetações…

    Vá…
    Runa…

    Acompanhar mais os jumentos… tem sem pre um Rei sobre…
    e poderás conviver com os diferentes de você … aprendendo a interpretar …

  • Rosângela 05/11/2009 at 08:23

    Desculpa, grande intérprete, errei ali: é além das interpretações…

    ( hum… não gosto de errar neste espaço hiper interpretável…)

  • Rosângela 05/11/2009 at 08:29

    Para hal e varuna:

    Apontamentos “pesados para um ensaio gravíssimo : Falta de Educação.

  • Rosângela 05/11/2009 at 08:37

    Ainda para hal e Varuna ( jumento é chato).

    Vão procurar um nexo sintático entre o princípio e o fim senão vocês viverão nesta anacolutia doida. E olha, ningém aguenta mais:
    sujeitos sem predicados
    relações normais alteradas
    e esses infinitvos se retindo sem chegar ao efeito…

    entenderam? Não? Que pena…
    Anacolutêem à vontade… quem sabe nos encontraremos por aí… numa destas virações do dia,,, e poderemos quem sabe, polissindetar e… e… e… e… chegarmos a boas…

    Conclusões…

    bjos prosopopaicos, jumentais.
    Quer saber mais?
    http://www.serjumentinho.blogspot.com

  • Adriano S. Martins 05/11/2009 at 08:57

    Devo estar ainda ignorante! Mas por ser potência, um dia quiçá, venho a ser ato. Melhor que anacoluto. Não?

  • Luiz Eduardo 05/11/2009 at 08:58

    Quanto discussão idiota, quantas agressões gratuitas! O importante, que é o tema do artigo, ficou esquecido nessa fogueira de vaidades em que este espaço se tornou. Para o Hal, um lembrete. Todo assunto é idiota para aquele que não se interessa por ele. Para a Varuna: todos tem direito a gostar ou não de qualquer assuntou ou comentário, e exteriorizar sua opinião. Não existem opiniões certas ou erradas, apenas opiniões. O certo ou errado é relativo, fruto tão somente de nossas raízes culturais. E cultura, caro Fioravante, não se adquire apenas em bancos escolares, ou lendo livros ditos eruditos, mas, principalmente com nossas experiências e vivências ao longo da vida. E respondendo sua pergunta: pode-se esperar de um presidente analfabeto funcional o que estamos vendo. Apesar da corrupção desenfreada (espero que não fique impune e inclusive o Lula pague por seus pecados), o Brasil, sob o comando do analfabeto e ignorante, é muito mehor do que o Brasil jamais foi quando governado pelos cultos, como, por exemplo, Fernando Henrique.

  • José Benedicto 05/11/2009 at 08:59

    Artigo à parte, acho um barato ver panacas trocando farpas pela internet. A única coisa que fico pensando é o que aconteceria se duas bestas dessas se vissem pessoalmente. Saíria uma briga das boas, com direito a estadia em UTI ou ficariam ambos paralisados e mudos, como verdadeiros idiotas que são?

    • Daniel 05/11/2009 at 09:20

      Ficariam quebrados como dois anacolutos inúteis…

  • MANÉ SEM ANA 05/11/2009 at 09:05

    IH! DEU POBREMA!!!!!
    POBREZA!!!!

  • MANÉ SEM ANA 05/11/2009 at 09:17

    parecem até aquele anermarzinho aquático que falta uma barbatana na nadadeira que, mesmo sendo do nordeste jeguerento, nóis colokemo lá no sertão goiano pra´nos governá e otras koizas más, excruzivio kum essas cunversa…paricidas ka d´oceis…

  • Varuna 05/11/2009 at 09:49

    Ao Luiz Eduardo:

    Obrigado Luiz, por suas palavras sensatas e amigas. Devo uma explicação, talvez, a você…

    Sei perfeitamente que as pessoas têm o direito de se expressarem, mas que o façam de forma educada. o Sr. Hal além de desconhecer o assunto e não saber diferenciar mais/mas, simplesmente chamou o artigo de estúpido e outras coisas. Vc acha que isso é uma forma cidadã de se expressar? Vá pra outros sites onde ele encontrará internautas que pensam igual a ele.

    Abs.

  • Neskeens von Lyrics 05/11/2009 at 09:53

    Já sei!!!!
    Para resolver essa polêmica toda, vamos perguntar para o Lula o que ele acha do vernáculo ANACOLUTO…
    Afinal, ele sendo o Presidente que, nunca antes na história deste país, não sabia de nada, talvez possa nos ajudar a chegar a uma conclusão.

  • fernando 05/11/2009 at 10:05

    Caraca…vcs não têm mais o que fazer? é muita abobrinha pra um país de famintos. Vão cagar no mato.

  • fernando 05/11/2009 at 10:07

    Varuna, aquela botina 46 que vc pediu está a sua disposição…a propósito, VARUNA vem de VARA?

  • fernando 05/11/2009 at 10:12

    ANACOLUTO…é…bem…ahahahahahahahahahahahahah…já sei…éééééééééééééééééééé´, ahahahahahahahaha…bembemebmebm…fala sério, é muita abobrinha. Vcs intelectuais desocupados deveriam ser voluntários em algum hospital, creches,etc…seia mais útil que ficarem aqui massageando seus egos e babando no teclado.

  • Glaucia 05/11/2009 at 10:24

    Gosto do anacoluto – ainda q seja considerado u/a “sujeirinha” da frase. Ele realça o “subtexto” da idéia.

  • Francisco 05/11/2009 at 10:28

    Parabens. Você achou a palavra certa para definir a real situação deste PAIS. Onde tudo foi posto ralo a fora. Não temos ordem em nada. Parabéns.

  • Francisco 05/11/2009 at 10:32

    Não pegurtem ao LULA, por que viria nais uma herezia, ANA COM LUTO, mas quem é ANA? Perguntária o nosso nobre PRESIDENTE.

  • Rodrigo 05/11/2009 at 10:43

    Eu não entendi ainda como o Lula entrou nesse ringue. Deve ter sido de gaiato. Imagino que ele nem se interesse sobre figuras de linguagem, estrutura gramatical, etc.

    E o que houve que todo mundo quer escrever numa suposta oralidade com sotaque mineiro/nordestino?

    Estou desconfiado que esse post andou pela capa do Ig.

    Francisco, escrever heresia com “z” é de se esperar de alguém com pouco estudo, como o nosso presidente, não dos letrados comentadores desse site de literatura.

    abraços

    • luana 06/11/2009 at 00:53

      deixa de ser preconceituoso…

  • O Guessa 05/11/2009 at 10:53

    Afinal de contas, é um blog de literatura ou de política?
    Gente que se diz letrado, né seu Chico, adora bater no nosso presidente pouco letrado, pouco literato mas muito politizado e afiado. Se entrasse numa discussão com o digníssimo se daria muito mal. Seu Chico o sr. é um anacoluto

  • Carlos 05/11/2009 at 11:53

    A verdade é uma só; Os literatos estão rumo à extinção e os apedeutas em plena evolução. É só ver em sua volta ….

  • André 05/11/2009 at 13:29

    O tal de hal deveria ter também outras opções além de escutar funk e de ler gibi.
    Coitado !

  • Janaina Amado 05/11/2009 at 14:20

    Este seu post, Sérgio, concordo com você, o anacoluto é uma maravilha de vida na esccrita! :-))

  • Rafael 05/11/2009 at 15:18

    Maldita inclusão digital…

  • Rosângela 05/11/2009 at 16:05

    iiii vou logo avisando já escrevi heresia com z. Mas vou logo avisando também: Não sou literata…

    Ah… quanto ao Lula “saber” ou “não saber”, a lingua Portuguesa ou ter a lingua presa, a minha preocupação maior é com esta coisa que intelectual de esquerda tem de usar muito os iletrados para perpetuarem suas idéias desconjuntadas. E Lula para mim, vai muio na onda. E o pior é que ele está no recheio de um sanduiche nada tragável e muto perigoso. Ou entra uma terceira via aí, ou estamos mais perdidos que mulher na arábia saudita.

  • Rosângela 05/11/2009 at 16:09

    Corrigindo: iii… Vou logo avisando: Já escrevi heresia com z. Mas vou logo avisando também: não sou literata.

    Não tem vírgula depois do “não saber”

    Lula para mim vai muito na onda…
    muito perigoso

  • Rosângela 05/11/2009 at 16:13

    Conheço gente que escreve perfeito e é opressor.
    Conheço gente que escreve imperfeito e é libertador
    E vice versa.

    O negócio hoje é mais do que nunca uma coisa só: CARÁTER.

    E não dá para ser anacoluto nisso. Seja a palavra sim, sim. Não, não.

  • Tibor Moricz 05/11/2009 at 16:15

    No papai-e-mamãe gramatical as vezes rola um anacoluto. Mas sempre com KY-Gel.

  • Rosângela 05/11/2009 at 16:21

    Fui dar umas voltas para ler os que para trás ficam… Gente! Quase morri de tanto rir…
    Este sim é um espaço sadio, gente!
    Amo estar aqui. Num coloca eu pra fora, não…. pur favô.

    Quase morri de rir do Mané sem Ana! kkkkkkkkkkkkkkkkkk

    Só fico um pouco preocupada como o dono desse blog cheio de conhecimento tendo que “guentar” tanta anacoluteza. kkkkkkkkkkkk

  • Daniel Brazil 06/11/2009 at 20:39

    Rapaz, faz tempo que não passava por aqui. O negócio tá brabo, não? Os invejosos do Lula, pela maneira com que se expressam, fariam o Lula não ter a mínima inveja deles. Anacoluto nessa turma!

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial