Biógrafo contra biógrafo, o epílogo

06/09/2006

O impagável mistério da falsa carta de amor que enganou AN Wilson, biógrafo do poeta inglês John Betjeman (veja abaixo a nota “O poeta, a amante, o biógrafo e o cafajeste”, de 29/8), chegou ao fim: a elaborada fraude – que formava em acróstico a frase “AN Wilson é um merda” – foi obra do escritor Bevis Hillier, 66 anos, que deu entrevista ao “Times” de Londres (aqui, em inglês) assumindo a trapaça.

A confissão não surpreendeu os meios literários britânicos. Embora a princípio tivesse jurado inocência, Hillier era o suspeito número um: escreveu uma longa biografia de Betjeman antes do rival e foi espinafrado por ele na imprensa na época do lançamento. Mesmo assim, tem valor a candura com que o falsificador assumiu seu ciúme: o ego ferido, como se sabe, é um poderoso motor secreto da literatura. “Quando um jornal começou a dizer que o livro de Wilson era o maior, passou dos limites”, disse Hillier.

8 Comments

  • Saint-Clair Stockler 06/09/2006 at 11:51

    Esse é um exemplo – tudo bem, eu maior escala – do que acontece um pouco em tudo quanto é lugar, nos meios literários. Inclusive aqui…

  • Flávio Rios 06/09/2006 at 15:43

    Pois é… nesse grande mistério eu jamais teria suspeitado que existiam DOIS biógrafos do tal poeta oficial da Coroa britânica.

    Algumas dúvidas pendentes:

    – A obra de Betjeman presta?

    – Como ele coonseguiu forjar uma carta e colocá-la no material de pesquisa do outro rapaz?

  • Sérgio Rodrigues 06/09/2006 at 19:48

    Flávio, não conheço a poesia de Betjeman. A carta foi enviada pelo correio para AN Wilson, tendo como remetente uma certa Eve de Harben, francesa. Eve dizia ter herdado a carta de seu pai, grande amigo da amante de Betjeman. A verdade é que Wilson não checou nada. O estilo da carta era tão betjemaniano que ele engoliu na hora.

  • sonho bom 07/09/2006 at 06:37

    Ingleses…são de uma candura!… Deve ser por isso que brincam de rei e rainha até hoje.

  • Flávio Rios 07/09/2006 at 11:54

    Agora só faltou publicar o famigerado acróstico…

  • Sérgio Rodrigues 07/09/2006 at 12:59

    O acróstico está publicado, Flávio. É só reler as notas.

  • Flávio Rios 07/09/2006 at 19:44

    Sérgio, na nota de 29/08 @ 3:51 P.M. vc só colocou o AN WILSON IS A SHIT. Mas na verdade eu tinha curiosidade de ver o poema inteiro… Pelo menos pra saber se ficou bom…

  • Sérgio Rodrigues 07/09/2006 at 20:54

    Seguindo o link disponível na primeira nota você chega à íntegra da carta. É em prosa, não em versos, e longa. Chata, basicamente.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial