Curiosidades etimológicas: Garnisé

24/10/2009

O nome desse galináceo pequeno e invocado, reizinho dos quintais de todo o país, de agitação inversamente proporcional à estatura, é um tributo ao cruzamento de culturas como forma de enriquecimento da língua. Pega bem lembrar a história do garnisé nesses tempos bicudos, quando anglicismos de todos os formatos vêm cantar de galo em nosso terreiro e dão a tanta gente a sensação apocalíptica de que o inglês, apesar das esporadas do Itamaraty, vai matar a galinha dos ovos de ouro da língua. Calma, pessoal. O nome do garnisé, de sonoridade brasileiríssima, vem da ilha britânica de Guernsey, de onde foram importados os primeiros exemplares desses galinhos, no século 19. Quer dizer: no fim dá certo, é só não desesperar.

Publicado no “NoMínimo” em 25/1/2005.

7 Comments

  • Thiago Maia 25/10/2009 at 03:32

    Só pra não perder a oportunidade devida ao tema do post:

    “Perder é humano; perder TUDO é atleticano.”

  • Dimas de Vasconcellos Cruz 25/10/2009 at 12:04

    O galo garnisé, motivou no passado, uma comparação nas pessoas, que diziam que quando alguem tinha a fama de “briguento”, estava sempre procurando encrenca, provocava nas pessoas que o conheciam o comentário: olha o “galo garnisé”

  • Robherto 25/10/2009 at 13:08

    Thiago, vc “perdeu”. Pelo visto sua intenção é fazer um trocadilho com o velho ditado, e o correto é: “errar é humano…” e não “perder é humano…”. Quem anda “errando” tudo???? Afundado por uma náu…tico….sem rumo……kkkkkkkkk

  • Pérola 25/10/2009 at 16:02

    Gente! Vai escrever bem assim lá num tal de “Todo Prosa! ” Não é que o homem solta o verbo???? kkk

    desculpa-me !
    Mas é verdade….

    hehe

  • Osório 27/10/2009 at 09:57

    Sérgio.

    Diálogo entre eu e meu filho de 9 anos:

    – É só apagar.
    – Mas como eu apago?
    – Deleta.
    – Ah, bom.

    E deleta, se não estou enganado, nem vem do inglês, mas faz parte da leva de palavras incorporadas pela informática. E ponhe leva nisso.

  • Davi Cartes Alves 01/11/2009 at 20:25

    E eu que achava que o nome do galinho era essencialmente brasileiro, com uma sonoridade bem brasileira, tipo Barnabé, Capilé. Ledo engano.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial