Em pé ou deitado?

30/04/2009

Para quem se identificou com meu TOC brando em relação às lombadas que não sabem se sobem ou descem, essa estante, digamos, multidirecional do designer espanhol Jordi Milà pode ser uma solução. Em pé, deitado, mais ou menos? Que tal todas as alternativas acima?

A Árvore da Sabedoria – é esse o nome da peça – tem engenhosidade e bastante charme decorativo, suponho, embora me incomode imaginar o quanto os livros podem se sentir desconfortáveis ali. De qualquer maneira, é evidente que a coisa foi feita para quem tem poucos, muito poucos volumes em casa. Eu precisaria de uma floresta inteira de Árvores da Sabedoria – o que, obviamente, não seria nada sábio. (Via blog de livros da “New Yorker”.)

E antes que o Rafael, nosso bravo latinista, proteste novamente contra a leveza da pauta, lembro que estamos na bica de mais um feriadão, que talvez fosse lamentável desperdiçar com debates circunspectos. Sempre haverá tempo para voltarmos a ser graves.

3 Comments

  • Tibor Moricz 30/04/2009 at 21:01

    Uma dessas em casa e ainda haveria espaço livre para alguns bibelôs da minha mulher…rs

  • Rafael 04/05/2009 at 12:59

    Sérgio,

    Com esse bravo latinista, vão pensar que sou algum velho rabugento que só se interessa por antiguidades.

    No mais, nada contra as pautas mais leves, especialmente às vésperas de um feriado.

    Obrigado pela “homenagem”!

    Vale

  • Rafaela Gimenes. 10/05/2009 at 22:14

    Olá!

    É a primeira vez que vejo esse blog. Li seu perfil, confesso que não havia sequer ouvido falar de suas obras… Encontrei tal blog por causa de Genichiro Takahashi.

    Revirando o blog, encontrei essa estante “desconfortável” e engraçada; só para enfeite mesmo, porque a funcionalidade, para quem tem muitos livros, é quase nula. :)

    Beijos,
    Até.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial