Frankfurt 2013: a passagem do bastão

15/10/2012

O bastão de país homenageado da Feira do Livro de Frankfurt foi passado ontem, no encerramento da festa, pela representante da Nova Zelândia a Galeno Amorim, presidente da Biblioteca Nacional (foto), em cerimônia despojada. O vídeo completo, de uma hora e meia, pode ser visto aqui por quem estiver muito interessado (aviso que os primeiros minutos estão sem som).

O escritor amazonense Milton Hatoum falou brevemente em nome da literatura brasileira, exaltando a antropofagia oswaldiana, depois de ler um trecho de seu romance “Dois irmãos”. Disse que o evento do ano que vem é a chance de “reparar uma grande injustiça, pois o boom da literatura latino-americana foi um boom da literatura hispano-americana”.

Um pouco mais tarde, Arthur Nestrovski e Celso Sim apresentaram uma seleta de canções brasileiras em clima extremamente cool, só voz e violão. Um verso mais sincopado de Chico Buarque acabou engolido (antropofagicamente?) por Sim, mas poucos da babélica plateia devem ter notado. O resto do show de bolso correu com bom gosto e sem sobressalto.

Sem sobressalto, mas também sem colorido e até com uma certa solenidade – no mesmo tom do vídeo oficial que a delegação brasileira preparou (veja abaixo) e em contraste marcante com os cantos indígenas que neozelandeses empolgados tinham acabado de entoar aos berros no palco. A preocupação de evitar o velho vício nacional da macumba-pra-turista é louvável, mas deixa no ar uma dúvida: não terá ficado de fora desse cartão de visitas da cultura brasileira em Frankfurt uma certa… alegria?

De uma forma ou de outra, a contagem regressiva de Frankfurt 2013 agora está em andamento para valer. A página oficial do maior evento planetário do mercado editorial, com notícias da participação brasileira, pode ser acessada – em português – aqui.

httpv://www.youtube.com/watch?v=pZsnUFPShA4

*

E já que estamos mostrando vídeos, vale uma olhada nesse aí embaixo, trailer de The numinous place, do neozelandês Mark Staufer, que esteve em Frankfurt este ano. Trata-se de um ebook multimídia superproduzido que, às vésperas de ser lançado, em dezembro, é aguardado com alguma trepidação, como se não fosse totalmente infundada sua alegação marqueteira de que promove uma revolução na forma de contar histórias com recursos digitais. Algum ceticismo nesse campo é sempre recomendável, mas aquilo que já é possível ver do projeto é bem bonito.

6 Comments

  • J.Paulo 15/10/2012 at 12:06

    Hmm… será que vão levar a Bruna Surfistinha, Pe. Marcelo Rossi etc?

  • Marcelo ac 17/10/2012 at 15:44

    Sobre Brasil Literature – Brasil in Every Word.
    Fiquei simplesmente encantado. Que beleza de apresentação, que
    variedade!

  • Elizabeth 19/10/2012 at 17:30

    “Estamos todos nós cheios de voz”. Achei muito bonita a apresentação dos nossos escritores para a Feira em Frankfurt. E amei a aula, com o Prof. José Wisnik, sobre a musicalidade brasileira dialogando com nossa literatura. Que oportunidade prazeirosa você nos oferece para saborear momentos preciosos de nossa cultura, Sérgio Rodrigues, ao nos oferecer esses vídeos tão bonitos. Muito obrigada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial