Frankfurt digital

12/10/2009

Sem mudar de assunto: a Feira de Livros de Frankfurt, o mais importante supermercado mundial de direitos literários, que começa depois de amanhã, também está preocupada com o livro digital:

Metade dos profissionais do setor entrevistados pelos organizadores da feira estimou que a venda de livros digitais em 2018 será maior do que aquela de edições baseadas em papel.

Os editores estão tentando descobrir um modo de ganhar dinheiro com a tendência, uma vez que muitos internautas já se habituaram a baixar conteúdo de graça.

3 Comments

  • Lúcifer 12/10/2009 at 18:37

    Modismo edificante,por certo tempo.Inclusão de neo leitores,regalos ,curiosidade cibernética.Alguém imagina estantes com e-books enfileirados.Ambientalistas radicais(talvez sádicos) torcem por salvar árvores!
    Anima a possibilidade da expulsão do “e-léxico ” que tantos danos têm causado aos jejunos literátos.

  • Saint-Clair Stockler 12/10/2009 at 21:23

    Eu sou um que me acostumei a só baixar conteúdo digital de graça, seja ele pirata ou não: livros, CDs, DVDs, softwares e, principalmente, música. Porque vou dar quase R$30,00 num CD se posso baixá-lo “di grátis”?

    Deixa só eu botar a mão num e-book reader decente pra vocês verem! Adiós Cia. das Letras, adiós Rocco, adiós Objetiva, etc., etc., etc.

    Vou ficar fiel ao sebo Beringela porque é o único lugar onde consigo comprar livros baratos.

    E viva a modernidade! E viva o século XXI!

  • André HP 15/10/2009 at 19:06

    Que os ecochatos saiam dos armários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial