III Concurso Todoprosa de Microcontos: os vencedores

01/05/2013


Bichos lambem louças na pia. Num canto da cozinha, a menina. Faz dias. Lave a louça que a mãe já vem! Ela não lavou. Será que foi por isso?

O drama desmedido que Sônia Barros fez caber na medida escassa de 139 caracteres é o vencedor do III Concurso Todoprosa de Microcontos para Twitter. Com total controle de seus meios de expressão – um punhado de palavras caseiras e meia dúzia de elipses afiadas – a autora escreveu uma micronarrativa modelar.

O registro que Sônia escolheu é arriscado: o de um realismo semijornalístico que, com suas boas intenções de “denúncia das mazelas sociais”, é visto descambando com frequência para a banalidade do mundo-cão. Isso só realça a perícia com que se desincumbiu do desafio.

Em segundo lugar ficou Celso Alves com um microconto de ficção científica que é um pequeno achado de humor – a angústia claustrofóbica do circuito narrativo fechado, que lembra um conto como No último minuto, de Sérgio Sant’Anna, é apenas entrevista por trás do sorriso:

Jonas apertou o último parafuso e ligou a máquina do tempo. Erro. Jonas apertou o último parafuso e ligou a máquina do tempo. Erro. Jonas…

Por fim, representando a corrente metaliterária que é um dos principais afluentes da arte dos microcontos, Fernando Torres garantiu a terceira colocação com sua homenagem a um grande mestre das narrativas curtas (embora não tão curtas assim):

Estava ficando cego. Já não conseguia mais ver o tigre que o aguardava detrás do espelho. Disse: – Jorge, este é teu labirinto.

Foram inscritas 229 histórias ao longo de oito dias. Agradeço a todos os participantes pelo excelente nível médio dos textos submetidos. O III (e último) Concurso Todoprosa de Microcontos para Twitter encerra um ciclo iniciado em 2010.

4 Comments

  • alan kevedo 01/05/2013 at 13:39

    Encerrar um ciclo subentende-se, pausa. Embora não tenhamos concorrido, o nosso conto infringia, e muito, o limite de caracteres estabelecido, aguardaremos a próxima etapa. E parabenizamos a iniciativa.

  • Cronos 04/05/2013 at 13:39

    Sinceramente, acho tudo isso uma baboseira.O microconto sempre dá a impressão de frustração.De quem lê e de quem escreve.

  • Joakim Antonio 04/05/2013 at 16:05

    Parabéns aos escolhidos! Concorri, mas confesso, zipar o texto foi sofrível.

    Abraços

  • auris gomes 18/07/2015 at 22:04

    Lendo alguns microcontos de famosos escritores, os quais utilizaram pouquíssimas letras, fiquei com uma dúvida: o microconto ainda pode ser escrito numa só oração e com poucas letras, a exemplo dos supracitados escritores? Se o micro-conto é uma obra para mexer com o imaginário do leitor, percebo que muitos autores atuais estão sendo, inexplicavelmente, explícitos demais.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial