O livro de Self

14/05/2006

Mais uma atração pinçada no programa do Festival de Hay, no País de Gales (veja nota sobre a outra abaixo, “Literatura é coisa de homem, diz feminista”). Esta é diferente porque o interesse que me despertou exclui por completo a ironia: o alucinado escritor inglês Will Self, um satirista atormentado que merece o meu respeito, está lançando um novo romance chamado The book of Dave (“O livro de Dave”). O argumento é promissor: na Londres do futuro, após a devastação provocada por uma enchente, os sobreviventes encontram os escritos desconexos de um motorista de táxi do passado e, com base nessas “escrituras”, fundam uma religião.

2 Comments

  • julio cesar 14/05/2006 at 19:33

    A Ficção imita a realidade ou vice e versa?
    Aqui no Brasil não é diferente!
    Um contador com experiência em números também fundou uma religião, religião essa que se espalhou pelo mundo!
    Só para não dar muito na pinta, mudou o nome verdadeiro que seria do Reino Meu!
    Abraços
    J Cesar

  • Patolino 14/05/2006 at 23:34

    will self é inteiramente maluco, maluco mesmo. minha idéia de diversão é um livro doentio.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial