O melhor amigo do escritor é o cão ou o gato?

22/04/2011

Em clima de feriado, o Todoprosa entra firme numa discussão de vital importância tanto para a compreensão do passado quanto para o bom desenvolvimento futuro das letras universais: se você é um escritor, é melhor ter em casa a companhia de um gato ou de um cachorro?

No blog de livros da revista “New Yorker”, Elizabeth Minkel dá os links de dois ótimos acervos visuais de escribas com inclinação canina e felina: um fotolog chamado Writers and kitties (Escritores e bichanos), que compila imagens de qualidade variada e de onde saiu o fantástico autorretrato de Julio Cortázar aí ao lado, e o trabalho autoral de Jill Krementz sobre escritores e seus cães.

No entanto, percebe-se logo que a parte informativa do post de Minkel soa como pretexto e que suas intenções são proselitistas: ela defende a incontestável superioridade dos gatos como animais de estimação em casas literárias, usando o velho argumento de que felinos combinam mais com pessoas solitárias e ensimesmadas – como são sem dúvida os escritores, pelo menos enquanto estão escrevendo.

Pode ser, pode não ser. Entre gatos e cachorros, eu fico em cima do muro. E não porque seja um agente duplo como Stephen King, que aparece nas duas galerias acima. É que sou do time que prefere uma samambaia.

[poll id=”11″]

27 Comments

  • Silmara Franco 22/04/2011 at 16:34

    Todo dia, o gato vem zanzar na frente do computador enquanto eu escrevo no meu blog. Se roça em tudo, como quem diz “Estou aqui”. Até a hora que – não falha – ele derruba a webcam com o rabo. Todo dia, eu reclamo. Todo dia, ele se faz de desentendido. Todo dia me levanto, recoloco a câmera no lugar e ele ganha um afago. Todo dia, ele salta da mesa e vai embora, feliz. É o nosso jeito de discutir a relação.

  • sergiorodrigues 22/04/2011 at 19:14

    Silmara, você faz isso soar como uma bela e harmônica relação! Parabéns aos dois e um abraço pra você.

  • carlos cezar 22/04/2011 at 21:32

    Boa noite, Sergio,
    Acho que escritores apreciam conversar com cães e gatos… mas também com samambaia é possível falar. Mais em cima do muro do que isso…
    Abs.

  • Joao 22/04/2011 at 22:46

    “I like pigs. Dogs look up to us. Cats look down on us. Pigs treat
    us as equals”.
    Winston S. Churchill, político e escritor (1874-1965).

  • Rosângela 22/04/2011 at 23:20

    Vai depender da paixão. Para mim cachorro não é o melhor. Gato sim. Gato é misterioso e apesar de não ligar para o dono vem sempre se enroscar nos pés. Quanto a samambaia, me pegou de surpresa! Samambaia não é minha planta preferia. Não tenho cachorro e nem gato. Que tal uma mussaenda? Uma planta que tem as folhas lindas, repolhudas, em tons salmon, escondendo as florinhas pequeninitas e amarelas.

  • Cerveja com Truco 23/04/2011 at 02:04

    Nenhum deles.
    Aliás, não é ele, é ela!
    A melhor amiga do escritor é a garrafa de uísque!

  • J.Paulo 23/04/2011 at 05:33

    Eu prefiro os gatos. E ninguém me desconvence de que Alberto Moravia enrabá-va o pobre bichano dele.

    http://24.media.tumblr.com/tumblr_lj5lgygulI1qiu5e6o1_400.jpg

    O olhar e o jeito levemente sacana da boca deixa isso evidente. O gatinho, coitado, já parecia até estar sedado.

  • Daniel 23/04/2011 at 11:32

    A bela mulher amada, que admire seu trabalho e respeite seus momentos de criação, fiel como um cão. Que leia o que ele escreve por sobre seus ombros enquanto massageia suas costas após trazer um café quentinho,andando de mansinho como uma gata. E que após marcar o território o inspire a trabalhar rápido pois sabe o cio que o espera a seguir.

  • pedro curiango 23/04/2011 at 12:19

    Ninguém está falando sobre isto aqui no Brasil, mas hoje, pela UNESCO, é o Dia Internacional do Livro. Foi neste dia que morreram Cervantes (calendário gregoriano) e Shakespeare (calendário juliano).

  • rafaela gimenes. 23/04/2011 at 13:28

    Sinceramente? Não acho que cachorro não sirva para uma pessoa solitária. O problema do cachorro é que é judiação deixá-lo num apartamento sozinho a maior parte do dia. Gatos vivem muito bem sem a presença constante do dono. Cachorro fica triste. Gatos vivem bem em espaços pequenos. Cachorros, não. Também depende da personalidade da pessoa. Eu, particularmente, gosto dos dois, mas a felicidade canina me incomoda um pouco. haha :)

    Tanto faz, na verdade. Mas meu voto vai para os felinos. ;~

  • Augusto Treppi 23/04/2011 at 15:44

    Acho o gato, principalmente se ele for um gatinho que ande sobre duas pernas e não quatro patas. Melhor companhia para quem tem o homoerótico em sua escrita. :)

  • Tibor Moricz 23/04/2011 at 21:34

    Vou soltar meu cachorro em cima dos gatos e das gatas de todos aqui. Será uma carnificina! Depois ele dá uma bela mijada na samambaia.

  • Regina 25/04/2011 at 14:58

    Que tal três crianças?
    Você pode até conseguir ser escritor, contanto que não precise estar solitário e ensimesmado para isso…Voto no totó, que distrai as criancinhas.

  • M.Fatima Botelho S. 25/04/2011 at 15:53

    O Gato…Claro!… Porque enquanto o escritor pensa sonha e escreve ele está deitado numa cadeira, em cima da mesa de trabalho ou do computador, olhando para o dono,dormindo,ronronando… fazendo companhia e principalmente por ser um animal notívago,vive a noite acompanhando o/a escritor/a desperto e não a dormir como o cão que vive o ciclo biológico diurno

  • Marcio 25/04/2011 at 18:43

    A Samambaia, ainda mais se for a “Mulher Samambaia” melhor ainda 😀 Ai é que você vai ver o que é ter inspiração!!!

  • Luiza Novaes 25/04/2011 at 18:47

    Comentário desnecessário de Tibor Moricz…Isso só faz aumentar minha paixão por gatos.

  • maria cristina neves vidal 25/04/2011 at 19:00

    É o gato. Os homens e os gatos possuem a mesma região do cérebro responsável pelas emoções.

  • Rodrigo 25/04/2011 at 19:11

    Os cactus, que nem de água precisam.

  • Aparecida Duque 25/04/2011 at 19:20

    O gato, claro. Gatos são silenciosos, não requerem atenção constante. Enquanto escrevemos, ele ficam adormecidos ao lado do computador.

  • João 25/04/2011 at 19:40

    Creio que o melhor amigo dos escritores não é o gato, nem o cachorro, nem a samambaia. O melhor amigo do escritor é o bicho homem, seja em sua modalidade racional ou não. O bicho homem dá uma boa fonte de pesquisa para um bom escritor, que também é um bicho homem. Blog de quem escreve este comentário: http://horaideal.blogspot.com

  • Ed Lascar 25/04/2011 at 20:59

    Sérgio, eu penso que o melhor para o escritor, se quiser ter um bicho de estimação, é ter um gato. Um cachorro consome muito da atenção, porque ele é um ser muito próximo, no temperamento, do homem: quer atenção, carinho, badalação…..é um carente como nós, humanos. Já o gato é de outro planeta, gosta de privacidade e ficar na dele!

  • Anouk 26/04/2011 at 13:52

    Oi Sérgio,
    Eu adoro caes, gatos e plantas. Mas já que é para escolher um, fico com o cao. Bauschan, o cao vira-lata preferido de Thomas Mann, tornou-se protagonista em uma de suas obras. Aliás, considerada uma das mais belas sobre caes de estimacao.

  • Renato Mazzini 27/04/2011 at 09:46

    “O whisky é o melhor amigo do homem, é o cachorro engarrafado” (Vinícius de Moraes)

  • Lina Santiago 29/04/2011 at 11:16

    Olá! Amo os animais, todavia os gatos a todos supera. Quando você os ama, você se torna propriedade dele. É ele que escolhe o seu dono e quem vai serví-lo. Só de observá-los você já fica encantado. São inteligentes e não mendigam amor como os cachorros.
    Para o escritor trabalhar tranquilo, os gatos são a melhor companhia, pois são silenciosos e servem de inspiração.

  • Wagner Bezerra Pontes 29/04/2011 at 21:11

    Não sei quem é o melhor amigo de um escritor mas sei que o meu é o cão… XD

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial