O que seria da literatura sem o café?

17/03/2010

Quer virar escritor? Beba muito café. O aditivo é, disparado, o mais popular entre os trinta escritores brasileiros a quem Michel Laub, numa enquete divertida, perguntou sobre rituais, superstições e manias na hora de escrever – aqui. Eu mesmo não citei a maravilhosa infusão em meu depoimento, mas bem poderia ter citado. Pois é: as tais “portas da percepção” de Aldous Huxley já foram menos legais. Laub, que também é romancista, promete dar prosseguimento à série até chegar a cem nomes.

12 Comments

  • Tibor Moricz 17/03/2010 at 11:58

    Bebo, rigorosamente, apenas um cafezinho por dia. Se dependesse dele pra escrever tava fodido.

  • Rosângela 17/03/2010 at 12:22

    Bebo rigorosamente, tão somente o ESPÍRITO SANTO 24 HORAS por dia. Se não dependesse dEle para escrever já estava EXCLUIDA, COM CERTEZA, pois me conheço muito bem. E ELE também me conhece.kkkkkkkkkkkkkkk
    E vocês bem que já viram uns bons pedacinhos feios meus aqui, né Thibor? kkk
    VERDADE, gente! Não é trocadilho, não.

  • Isabel Pinheiro 17/03/2010 at 12:25

    A Anne Fadiman escreve um texto ótimo sobre a relação dos escritores com o café no “At large and at small”. Eu, que não sou escritora profissional, mas vivo em função das letras, sou da turma do chá (e o preto tem tanta cafeína quanto). :-)

  • mdv 17/03/2010 at 13:22

    Acho isso uma puta de uma frescura; o que importa é talento, se possível genialidade – o resto é falta de assunto, geralmente de quem não tem nem um nem outro, como o “romancista” em questão, abs M

  • Roberto Prado 17/03/2010 at 14:49

    Pois não sei o que seria de mim sem ele, o café.

  • carlos iconoclasta 17/03/2010 at 16:16

    Também considero (igual à sérgio) a finalização, a parte mais instigante ao se redigir um texto.
    Nesse processo, bebe-se diretamente na fonte da imaginação.
    (Embora alguns escritores devessem beber cicuta, pelo menos uma vez na vida).

  • Joao Gomes 17/03/2010 at 17:51

    elixir de jurubeba é o que há!
    dá barato legal!

  • elias gomes 17/03/2010 at 20:29

    ainda bem que vc não citou o cigarro.

  • Pedro David 17/03/2010 at 21:07

    Outro dia, finalmente, cheguei a importante conclusão sobre o assunto. Estava tentando escrever num café, mas os senhores da mesa ao lado estavam falando… merda. Muita besteira mesmo. Desocupados de meia idade, cheios de certeza sobre o mundo. Tive que fechar o computador. É isso. Posso ouvir britadeiras, música, televisão, qualquer coisa. Só presto atenção a ponto de perder a concentração quando estão falando merda ao lado.
    rsrsrsrs

    • Carlos 18/03/2010 at 09:05

      há… talvez pq vc soh se interesse por merda…

  • Ana Cristina Melo 18/03/2010 at 09:04

    A ideia do Michel foi ótima. Estou acompanhando cada postagem.

  • Saint-Clair Stockler 20/03/2010 at 23:38

    Que bosta, devo ser o único mineiro que detesta café ¬¬

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial