Pacote

25/10/2008

O governo federal não quer que a medida provisória 443 fique conhecida como pacote. Nenhuma surpresa. Pacote é uma palavra de tom crítico que costuma ser mais favorecida pela imprensa do que por governantes. Usado no Brasil desde aproximadamente 1960, segundo o Houaiss, com o sentido de conjunto de medidas adotadas de um só golpe a fim de atacar um problema emergencial na área econômica ou política, não é de hoje que o termo carrega um ar pejorativo que pode até chegar à zombaria nos aumentativos pacotão ou pacotaço.

As conotações negativas parecem ter se incorporado à palavra aos poucos. O auge da má fama carrega a data de 1o de abril de 1977, quando o chamado Pacote de Abril baixado pelo presidente Ernesto Geisel fechou o Congresso Nacional e criou os senadores biônicos. Isso fez colar na palavra para sempre uma mancha de autoritarismo. Mesmo após o fim da ditadura militar, pacote conservou alguma truculência: afinal, a adoção em bloco de medidas de alcance social sempre carrega o risco do erro de cálculo.

Pacote não aparece apenas em contextos negativos. Fala-se de forma simpática em pacotes de incentivo a atividades acima de qualquer suspeita. Nem os dicionários destacam o uso pejorativo – mesmo que o governo, como se vê, esteja longe de ignorá-lo.

A entrada desse sentido de pacote no português brasileiro também parece ter sido inocente. Trata-se da importação de uma acepção figurada, datada dos anos 50, do inglês package, para aplicá-la a uma palavra que já existia aqui com o significado de embrulho ou conjunto de objetos reunidos numa embalagem. A acepção de artigos comercializados em bloco, como em pacote turístico, chegou na mesma leva. Pacote e package têm um ancestral comum – talvez o holandês antigo packe, embora os etimologistas não ponham a mão no fogo por isso.

Publicado na “Revista da Semana”.

3 Comments

  • Sérgio Rodrigues 28/10/2008 at 15:01

    Caramba, este é o primeiro post da história do blog sem nenhum comentário. E agora, claro, não é mais…

  • Tibor Moricz 29/10/2008 at 10:21

    Agora tem dois.

  • valeria francisca de paula 06/03/2009 at 15:10

    se bem que o seu nem é um comentario,acho eu mas au que entereça obrigado eu precisava achar sobre otema para trabalho de escola só mais uma coisa parabens pela espressao

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial