Para a ficção ficar mais científica

09/05/2006

“Escritores de ficção científica não sabem nada”, declarou certa vez Philip K. Dick. No entanto, sendo um escritor de ficção científica, é possível que ele não soubesse nada. Por via das dúvidas foi criado na Inglaterra o SciTalk, um inacreditável serviço online de aconselhamento científico gratuito a autores que queiram criar coisas como universos paralelos habitados por mutantes com o sexo entre as sobrancelhas, mas deixando a imaginação trabalhar sobre fundamentos físicos e químicos sólidos. Está certo que o gênero de Fausto Cunha, Jorge Luiz Calife e – às vezes – Braulio Tavares está longe de ser o preferido dos escritores brasileiros, mas nunca se sabe quem pode fazer bom uso da dica. Um regime de mais pósitrons e menos pose até que não nos faria mal.

One Comment

  • covarde anônimo 11/05/2006 at 14:14

    mas ficção científica não creio q deveria ter os pés no chão ou nem mereceria a alcunha. ainda mais o K.Dick q sempre trabalhou mais num “plano” psicológico (ubik, 3 estigmas, q me lembre agora)

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial