Quem quer ser um milionário?

28/05/2009

Saudação, amigo de internet! Eu é Sr. Kumbundu Wahaha, um filho de extinto ilustre escritor Sr. Dr. Kuagananga Wahaha, maior de Nigéria. Meu pai tem sido assassinado em Dezembro passado ano, 2008, por fanáticos suportadores de ex-amigo então inimigo de letras, Sr. Tutu T. Pendengas, ilustre não este, bem bastardo como uma questão de fato.

A razão que eu escreve, amigo de internet, meu extinto querido pai tem deixado soma de US$ 2.993.345.558,20 (dois bilhão, novecentos noventa três milhão, trezentos quarenta cinco mil, quinhentos cinquenta oito dólares norte-americanos, mais vinte centavos) em conta de ele, fortuna de direitos de cópia de melhor-vendido de ele, “Marfins sangrentos”, de Kuagananga Wahaha. Dinheiro que tem tido bancário bloqueio devido explosiva política situação em Nigéria. Ajuda nós!

Caso recebemos número de conta de você em banco, senha, nome completo, eu faz hoje transferência bancária de US$ 2.993.345.558,20, via Switzerland, para amigo de internet! Depois Sr. devolve fortuna e conserva para próprio uso 20% do total valor, isto é, US$ 598.669.111,64 (quinhentos noventa oito milhão, seiscentos sessenta nove mil, cento onze dólares norte-americanos, mais sessenta quatro centavos) por modos de compensando incômodo. Eu, Sr. Kumbundu Wahaha, conta com amizade de Sr. amigo e completa discrição. Boa tarde!

Seu sinceramente,

Kumbundu Wahaha

24 Comments

  • Claudio Soares 28/05/2009 at 14:57

    Sérgio, minha filha, a Babi, é fã da banda inglesa McFly. Dia desses, ele me disse que o simpático Tom Fletcher tem tentado se comunicar em português (ou seria googluguês?) com seus fãs brasileiros pelo Twitter.

    Ontem, ele brindou seus fãs com esta pérola: It’ ser impressionante de s traseiro em Brasil. We’ re tendo uma estadia fantástica! Você ventila;) seja surpreendente e nós amamo-lo muito!

    Talvez, os fãs (com alguma boa vontade) tenham conseguido entender, sabe-se lá… Depois, de quase morrerem de rir. :)

    Abs.

  • Fernando Torres 28/05/2009 at 15:47

    Sérgio, Off-topic: Você viu que o Livro do Tezza “Aventuras Provisórias foi distribuido e Recolhido em Santa Catarina? Isso se deu pois o consideraram inadequados aos alunos do ensino médio.

  • Fernando Torres 28/05/2009 at 15:48

    Mais uma vez. Você sempre me surprende nos sobrescritos.

  • Rafael 28/05/2009 at 15:50

    O texto é autêntico e fácil prová-lo:

    Quanto melhor for a qualidade de um texto, mais provável é que seu autor seja alguém miserável, um pobre coitado que acredita na literatura, no bom, no belo e no justo. Quanto pior a qualidade, mais provável é que seu autor seja um oportunista, um espertalhão, um sujeito cínico e repulsivo, para quem o lustre de erudição é um ornamento dispensável e desnecessário. Esse texto é tão ruim que chega a ser digno de um Presidente da República, que dirá de um bilionário nigeriano que se enriqueceu pela espoliação dos enjeitados da vida.

    Não tenho nenhuma dúvida, portanto, que deve mesmo existir um tal de Kumbundu Wahaha, herdeiro de uma monumental montanha de dinheiro sanguessugada por seu pai durante o curso de uma brutal ditadura africana.

    P.S.: Ségio, depois dessa minha assessoria filológica, bem que mereço um percentual da fortuna que lhe aguarda.

  • fábio 28/05/2009 at 16:05

    …………………………………………………………………………………………………………
    …………………………………………………………………………………………………………
    ……………………………………..Nossa,…sinhóra….?!
    …………………………………………………………………………………………………………
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ………………………………….Eu não sei o que é piór…?
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ………………………………………Você não explicar,
    ………………………………………………..nada,…
    ……………………………………sobre o postado do,
    ……………………………………………”nigeriano”
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ………………………………………………….ou,
    …………………………………….. as “explicações”,…
    ……………………………………………..dos teus
    ……………………………………………. “leitores”…..?!
    ………………………………………………………………………………………………………..
    …………………………………….A impressão que dá,
    ……………………..é que as pessoas tem medo de serem
    ………………………………………….chamadas de,
    ……………………………………………….burras
    …………………………….por perguntarem o que significa ,.
    ………………………………………………….isso,
    …………………………………………………..aí?
    ………………………………………………………………………………………………………….
    …………………………………………………………………………………………………………

  • Rafael 28/05/2009 at 16:18

    Por Gaia!

    Eu imaginava que os concretistas fossem uma espécie quase em extinção, sendo o único exemplar vivo o Arnaldo Antunes. E não é que há mais concretistas vivos?

    Precisamos urgente avisar à WWF! Ainda há chances de salvar a espécie se conseguirmos estimular o acassalamento.

    A Mãe-Terra, Gaia, agradece de coração na mão.

  • joao gomes 28/05/2009 at 16:20

    kaktus se që është?

    Unë mendoj se dikush e ndjek ate dhe zam kanaçe.
    sinqerisht. fasule dhe uiski lënduar.

  • Rafael 28/05/2009 at 16:21

    Um adento: embora os dicionários registrem acasalamento, com um esse apenas, tomei a liberdade poética de acrescentar mais um esse, formando assim um par. Dessa forma, na minha recriação poética da palavra acasamento/acassamento, deixei, nas entrelinhas (ou melhor, nas entreletras) o registro pictográfico-erótico da cópula.

  • Tibor Moricz 28/05/2009 at 16:24

    Wahahahahahahahahahahahahahahaha!!!!!

  • chato 28/05/2009 at 17:16

    O sujeito que cai num “golpe” desses (ponho as aspas porque chamar de golpe esse e-mail bizarro é até elogio) deveria ser enforcado em praça pública, a bem da espécie.

    O pior é que os bons aspirantes a golpistas que mandam esses “spams” hilários contam com a probabilidade a seu favor. A cada, digamos, um milhão de destinatários, certamente um bom punhado de “losers” boçais irá realmente acreditar – “cacete, eu sou especial mesmo, olha o e-mail que recebi!” – que é tudo verdade, e irá de bom grado remeter seus dados bancários ao falsário.

    Eu mesmo já ouvi falar de um certo fazendeiro do Tocantins que acreditou no piedoso nigeriano, e acabou perdendo uma grana. Veio a SP consultar um “adevogado” de renome que, obviamente, não soube o que dizer, já que não poderia chamar de imbecil o cliente. O que, no entanto, era a única coisa a fazer diante da situação.

    Portanto, forca neles, antes que gerem descendentes férteis!

  • Rafael 28/05/2009 at 17:19

    Neste mundo absurdo em que vivemos, a fronteira que separa a realidade da ficção borrou-se irrevogavelmente…

  • Leila 28/05/2009 at 18:52

    Eu também já fui agraciada com e-mails do gênero…
    Abraço

  • kylderi 28/05/2009 at 22:37

    Ótimo. Agora, quem quer levar vantagem numa oferta supostamente fácil e acaba enganado, acho bem feito.

  • Isabel Pinheiro 28/05/2009 at 22:49

    E-s-p-a-n-t-a-d-a. Assim, bem devagar; boquiaberta; de queixo caído.

  • Euler 28/05/2009 at 23:20

    sou mais um que recebeu um desses aí e que se espantou com o excesso de imaginação

  • Claudio Soares 28/05/2009 at 23:26

    OFF-TOPIC [talvez não muito]:

    Pessoal o que se segue não é “propaganda” fortuita, mas um serviço (creio) de utilidade pública aos vários escritores que diariamente passam aqui no TP. [Sérgio, se achar inapropriado, por favor, delete].

    Vocês conhecem o Scribd? Nos EUA, este site é considerado o Youtube do compartilhamento de documentos [recebe cerca de 60 milhões de acessos por mês].

    Se você é um autor independente deveria conhecê-lo. Quer ter uma ideia de como ele funciona? Coloquei no Scribd meu conto “La Sindone (O Quinto Evangelho)”, publicado originalmente na Revista Pesquisa da FAPESP, em maio/2007 [Acho que o Sérgio e o Tezza já publicaram lá também. Confirma Sérgio?].

    Acesso e download do meu conto, inteiramente grátis, clicando no meu nome lá em cima.

    Mesmo aqueles que não sejam autores independentes sugiro que tentem se familiarizar com o sistema do Scribd. Vale se antecipar.

    A editora Random House lançou há poucas semanas o site Books and Beyond [ebooks com texto, vídeo, audio e software]. Será um padrão em poucos anos. Acreditem.

    Creio não estar errado em afirmar que o Scribd oferecerá a todos, muito em breve, os mesmos recursos. O limite estará apenas em nossa imaginação.

  • Drex Alvarez 29/05/2009 at 09:54

    Já tenho recebido essa mensagem muitas vezes.

    É realmente um melhor-vendido das caixas de correio.

  • Noga Lubicz Sklar 29/05/2009 at 09:59

    ainda ontem… a vida imita, ui, clichê:

    —– Original Message —–
    From:
    Sent: Friday, May 29, 2009 8:05 AM
    Subject: From Mrs. Ehel Coy

    Dear Friend,
    ly and carefully, as it may be one of the most important emails you ever get.I am Mrs. Ethel Coy from Greece. I was married to Late Mike Coy. The Director of Vikhroli Link.Ltd,a seasoned contractor in West African Region. He died on Monday, 31 July 2003 in Paris…We were married for seven years without a child. After his death I decided not to re-marry or get a child outside my matrimonial home.When my late husband was alive, he has over the sum of $5.2 Million USD… I want the funds to be used in funding religious organizations, orphanages and less privileged propagating the word of God…

  • Eric Novello 29/05/2009 at 12:33

    O pior é que antes eu diria que é um texto inspirado nos spams (80% dos e-mails? acho que mais já) quase clássicos que movimentam a rede. Hoje, me parece muito com os telefonemas que recebo da gerente do banco. ‘Ajuda eu, sinhô. Se eu convencê 300 cliente a investi nos fundo de pior remuneração, ganho um bônus e um saco de pipoca doce’.

    Alías, tenho recebido um spam muito bacana. Começa com “desculpe incomodá-lo”. Quem disse que spammer não tem educação? :) Abss!

  • olney figueiredo 30/05/2009 at 18:26

    Ah! Que pena; eu nunca recebi um desses.
    Iria me candidatar na hora…

  • jamil passos 05/06/2009 at 11:11

    Vixe painho!

    Aguentar Fábio reticências, juro, vai ser vatapá de peixe estragado!

    O rapá é de Salvador.
    Velho conhecido meu.

    Cineasta-poderoso-chefinho de um filminho só,
    meia-boca.

    Vai dá trabalho.
    Ele e suas reticências,
    já estão também, no Ricardo Kalil
    Que pena!

  • jamil passos 05/06/2009 at 11:46

    Vixe painho!

    Aguentar Fábio reticências, juro,
    vai ser vatapá de peixe estragado!

    O rapá é de Salvador.
    Velho conhecido meu.

    Cineasta poderoso chefinho de um filminho só.

    Vai dá trabalho.
    Ele e suas reticências,
    já estão também, no Sérgio
    Rodrigues.
    Que pena!

  • fabio 18/08/2009 at 16:26

    aonde já se viu alguem ser torturado porque sabia responder perguntas de um programa de tv, nem no nazismo existia isso! Uma verdadeira porcaria esse filme.

  • marcel rodrigo engelista 26/08/2009 at 23:06

    eu estou passando muitoa nesecidade meu nome esta no spc e estou muito precisando de uma ajuda se o senhor pode me ajuda ficarei muito grato ao senhor estou precisando de R$20,000( vinte mil reais) ou um milagre
    minha conta e no itau brasil
    conta 3082 agencia18543-4
    marcel rodrigo

    muito obrigado

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial