Rowling pode voltar a escrever Harry Potter – e outros links

04/10/2010

Saladinha de segunda, para poupar aos leitores do Todoprosa a tarefa de revirar a ganga bruta da web literária atrás de pequenas pepitas de informação:

J.K. Rowling admitiu à apresentadora americana de TV Oprah Winfrey – em entrevista que foi ao ar sexta-feira – que pode voltar a escrever um livro da série Harry Potter, que já vendeu 400 milhões de cópias. “Não estou dizendo que não o farei”, disse. Quando o nível da conta bancária começar a baixar, por que não?

Falando em dinheiro, um estranho exercício de jornalismo econômico-literário: no “Babelia”, uma reportagem ouve editores espanhois e conclui que, nestes tempos de crise econômica (não aqui, certo?), caem as vendas de clássicos enquanto sobem as de romances policiais.

Um azarão atropelou por fora e já aparece em segundo lugar na lista de favoritos ao Nobel de Literatura da casa de apostas inglesa Ladbrokes: o romancista Ngugi wa Thiong’o começou pagando 75 por 1 e está em 5 por 1. Continua atrás do sueco Tomas Tranströmer (4/1), mas por muito pouco. A importância do fator “quem?”, assim, multiplica-se. Thiong’o tem títulos traduzidos para o português pelas Edições 70, de Portugal, mas não no Brasil. Com desempenho menos fulgurante, o cacife do americano Cormac McCarthy também vem subindo. Quinta-feira acaba o suspense.

13 Comments

  • Ana Belacqua 04/10/2010 at 22:40

    Bem patético o seu comentário “Quando o nível da conta bancária começar a baixar, por que não?”, talvez para o senhor só o dinheiro interesse, mas não para a Jo Rowling, ela não é nenhuma aproveitadora.
    Ela já disse que vai escrever uma enciclopédia, mas que PROVAVELMENTE não irá fazer mais romances sobre Harry Potter, ela só não disse NUNCA poque é apaixonada pelo universo que criou.

  • Ernani Ssó 05/10/2010 at 09:49

    Também acho que não é uma questão de dinheiro, Sérgio. Basta ler meio livro da Rowling pra perceber a simpatia que ela tem pelos seus personagens. Então, se separar deles depois de décadas de convivência, não deve ser moleza. Deve ser como aprender a andar outra vez. Há ainda a pressão dos leitores, outra simpatia avassaladora.

    Lembra do García Márquez? Depois de Cem anos de solidão, passou anos sem escrever e lá pelas tantas começou a falar mal do livro, cheio de ressentimento. Talvez aconteça algo parecido com a Rowling, se quiser fazer algo diferente.

  • Rosângela Maria Pessanha de Souza 05/10/2010 at 10:05

    Tudo relacionado a Harry Potter é enganação para aprisionar crianças adolescentes e alguns adultos ocultistas…mamadeiros e espertos. Isso sim.

  • Ernani Ssó 05/10/2010 at 10:36

    É isso aí, Rosângela. Vamos chamar o Torquemada e resolver essa pendenga.

  • Clelio T. Jr 05/10/2010 at 15:18

    A relevância literária do Nobel hoje é nula. Só serve mesmo para os suecos demonstrarem o antiamericanismo deles…Ridículo. O Brasil podia lançar o Tiririca, parece que tem gibi com seu personagem, seria uma festa sueca.

  • Harpia 05/10/2010 at 17:25

    Hmmm… acho que vai demorar *muito* para o nível da conta bancária da Rowling demorar a baixar. Mas nem por isso a piada deixa de ser boa, é claro. Até o 3o livro a série era bem legal, mas os demais me davam a impressão de estar apenas “cumprindo a tabela”.

    Exemplo claro de que nas crises econômicas o dinheiro não some, troca de mão. Como é que dizia Mark Twain? “Em tempos de crise, abra um bar” ou algo parecido.

    Só conheço o McCarthy, mas não acho que ele tenha “estatura” para o Nobel. No lado pró, muitos caras que ganharam o Nobel recentemente não tinham “estatura” e nem leitores. McCarthy tem leitores. No lado contra, a Academia está fazendo “beicinho” para a lit. norte-americana há algum tempo.

    E boa semana para todos.

  • Ana Belacqua 05/10/2010 at 20:23

    É Rosângela, nós fãs de Harry Potter nos convertemos a satanás quando terminamos de ler os livros, é uma delicia, você deveria experimentar, somos um grande fandon de adoração ao demônio. A Jo Rowling é o nosso Papa Negro, heehhee.

  • Tibor Moricz 06/10/2010 at 14:43

    J.K. Rowling é satanista e todos sabem disso. Não é segredo para ninguém. Seus livros são odes satânicas escritas para desvirtuar nossas crianças. Devia ser morta por apedrejamento. Pessoas ruins como ela não merecem viver. E seus livros queimados em praça pública. Harry Potter é o Belzebu.

  • Saint-Clair Stockler 08/10/2010 at 23:11

    Como já foi apontado por pessoas mais sábias do que eu (Alan Moore, por exemplo), o universo das histórias da Rowling é extremamente elitista, preconceituoso, fascista – e reflete exatamente a situação social na Inglaterra. Ponto. Não obstante (adoro “não obstante”!), J. K. Rowling é uma admirável contadora de histórias, legítima representante da linhagem de Sherazade. Vai ser ótimo voltar a ler alguma coisa escrita por ela, seja mais uma aventura no mundo de Harry Potter, seja algo completamente diferente! Aguardo ansioso!

  • Tibor Moricz 10/10/2010 at 00:06

    Houve época em que qualquer comentário como o feito por mim teria acendido uma pira de proporções dantescas. As chamas lamberiam impetuosamente a caixa de comentários, transformando-a (em meio as cinzas)num ringue de vale tudo. Ou mudaram os frequentadores, ou mudaram os humores. Sei lá… mas ficou sem graça.

  • Ana Belacqua 12/10/2010 at 00:46

    Tibor Moricz, quando eu li o seu comentário eu pensei em protestar contra ele, mas como disse o Millor Fernandes “Não se amplia a voz dos idiotas”.
    Então eu fiquei quieta pra não ter que ler uma resposta mais estúpida ainda.

  • Tibor Moricz 12/10/2010 at 22:05

    Você é uma pessoa bastante sensata, Ana. Mas com um péssimo gosto para leitura e completamente afastada de Deus.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial