Rubem Fonseca é da Agir

22/05/2009

Rubem Fonseca fechou contrato hoje de manhã com o selo Agir, do grupo Ediouro. Participaram do animado leilão pelo passe do escritor, conduzido ao longo desta semana, oito editoras: além da Agir concorreram Record, Objetiva, Rocco, Leya, Globo, Língua Geral e Cosac e Naify. Segundo informações não confirmadas, a proposta vencedora ultrapassa a barreira de 1 milhão de reais. O anúncio oficial será feito pela Agir na segunda-feira, dia 25. Num episódio que permanece mal explicado, Fonseca se desligou há três semanas da Companhia das Letras, que publicava seus livros há vinte anos.

(Corrigido às 17h58: a editora Planeta não participou do leilão.)

83 Comments

  • ISSAK 22/05/2009 at 17:30

    QUEM É RUBEM FONSECA?

  • Marcelo LIma 22/05/2009 at 17:32

    De que planeta é esse Issak?????

  • Carlos Pereira 22/05/2009 at 17:40

    Se quer saber, vá pesquisar, Issak.

  • Ângelo Comisso 22/05/2009 at 17:41

    Esse Issak sem dúvida faz parte dos quase 80% de avaliação positica do nosso presidente apedeuta.

  • José Augusto 22/05/2009 at 17:46

    Eu também sou escritor e poeta, possuo 48 poesias e algumas dezenas de frases, uma das que mais gosto é: “O que os lábios não tem coragem de dizer, os olhos não conseguem esconder”, é até o presente momento não tenho nenhuma editora interessada em publicar meu livro. Se algumas dessas quiserem, não cobrarei tanto quando o Ruben.
    Um garnde abraço.

  • Tiago Duarte 22/05/2009 at 17:47

    Boa sorte pro Rubem na casa nova.

  • Fabio 22/05/2009 at 17:50

    Esse tal de Issak, deve ser daqueles que apenas leem jornais de 0,50 centavos e revistas de pornografia.
    Muito triste alguem pergunatr que é Rubem Fonseca, um dos garndes escritores de nossa época.

  • joão de Deus 22/05/2009 at 17:51

    Boa pergunta: Quem é Rubem Fonseca? De que planeta ele veio? NUNCA OUVIR FALAR DELE. Pensei que fosse o ator de da novela Escrava Isaura (Leoncio) É ele mesmo? Eu HEM…

  • Petista 22/05/2009 at 17:51

    Esse ângelo faz parte do 1% dos leitores néscios da Veja…

  • Thiago 22/05/2009 at 18:05

    Bacana você registrar, Sérgio, mas a notícia já li nos jornais. Esperava, aqui, encontrar algum comentário seu.

  • Hélio 22/05/2009 at 18:08

    Esse Ângelo Comisso perdeu uma ótima oportunidade de manter a boca fechada. Que entregou esse país à rapinagem não foi o “apedeuta”; quem foi um verdadeiro “lesa-pátria” não foi o “apedeuta”, mas um “ilustrado Honoris Causa”,…

  • Sérgio Rodrigues 22/05/2009 at 18:09

    Thiago, desculpe desmenti-lo tão categoricamente, mas não leu não. Essa notícia você só vai ler nos jornais de amanhã.

  • sidney de rosa 22/05/2009 at 18:14

    Não caro Angelo êle deve fazer parte de seu “time”, dos “muristas” do falido PSDB q agora tambem tem caixa dois ni R.G.do Sul. Vá pentear macacos, o assunto é literário e vc já vem atropelando. Procura sua turma da Veja, Folha e Estadão. Lá é seu campo de discussão, ninguem vai te contradizer.

  • Jefferson Fernando 22/05/2009 at 18:16

    Quem é essa anta que não conhece Rubem Fonseca. A proposito já que ele esta em uma nova editora, bem que poderia lançar um livro de memorias.

  • Marcos Vinicius Gomes 22/05/2009 at 18:16

    Nossa, esse leilão pelo passe do Fonseca é o sonho de consumo de todo escritor. Pena que é apenas para os “medalhões”, prêmios Nobel e congêneres.Mas ele é um excelente escritor, gostria de saber porquê ele saiu da outra editora.

  • Perez 22/05/2009 at 18:21

    Acho ótimo que os ícones sejam valorizados. Além do mérito, abre-se uma trilha para outros, talvez em menor escala. Não acho que o valor seja tão alto, inclusive, se comparado a outras categorias de arte, de criação, em muitas das quais esse valor é pífeo quando apresentado a seus melhores representantes. Mas isso não decorre da qualidade, decorre do mercado. Para quem gosta e quer escrever, o melhor caminho talvez não seja discutir valores ou política. Talvez seja melhor discutir como despertar o interesse á criação literária, como lançar os livros ao povo e fazê-los abraçá-los, fugir ao habitual preconceito intelectual, elitização cultural e mostrar o lúdico do clássico.

  • gilvas 22/05/2009 at 18:24

    e logo da companhia das letras, que possui alguns bons exemplares na minha prateleira. é uma boa editora, pelo menos pelos títulos.

  • FERNANDO COUTO 22/05/2009 at 18:25

    qUE NOTÍCIA ÓTIMA. O RUBEM FONSECA MERECE. PENA A GENTE TER QUE LER, MESMO QUE DE RASPÃO, AS MENSAGENS DEBILÓIDES QUE ACABAM VINDO MISTURADAS COM AS BOAS NOVAS. NÃO SEI SE MANDO O ISSAK À OU PARA… CONCORDA? ABS DO FERNANDO COUTO. “…QUE SÉCULO MEU DEUS,ROSNARAM OS RATOS. E CONTINUARAM A ROER O EDIFÍCIO.”
    (CDA)

  • wellington machado 22/05/2009 at 18:28

    Sérgio,
    Desculpe-me. Acabei escrevendo meu email no lugar do nome. Agora não sei como tirar o comentário.

    w.m.carvalho

  • Bruno 22/05/2009 at 18:33

    Boa sorte também, José Augusto!

  • dafne 22/05/2009 at 18:47

    ô gente sem humor. ô gente pra levar tudo tão a sério (inclusive o rubem fonseca, que há tempos não faz um livro bom).
    passou pela cabeça de vcs que o tal issak possa conhecer muito bem o rubem e só foi irônico.
    tsk. tsk.

  • Paulo Ilmar Kasmirski 22/05/2009 at 18:49

    Também estou começando o rascunho do resumo do futuro, no projeto felicidade para todos

    Onde poderá ter uma editora com o mesmo nome do projeto, já que o mercado não absolveu porem o numero de interessados no projeto e grande, de tão grande que posso ser presidente

    Com a idéia que em breve não será dispensada, a distribuição do lucro do mundo por habitante, cada nação com seu potencial, juntando toda a contribuição mais tributos, em troca de todos beneficio existente se materializando num só benéfico

    A ficção ate o capitulo 22 e um ensaio livre sobrando 78 capítulos de reserva onde a parte 22 será o silencio e ao mesmo tempo o primeiro capitulo do resumo do futuro para felicidade de todos

    http://www.ificcaoglobalizada2015br.blogspot.com

  • Sérgio Rodrigues 22/05/2009 at 18:59

    Wellington, seu comentário foi apagado.

  • Silvia 22/05/2009 at 19:01

    Aposto que se fosse jogador de futebol o tal de Issak não só conheceria mas ainda achava barato.
    Ainda bem que pelo menos alguns escritores do mundo podem ter uma disputa como essa.
    Quanto ao coitado que aproveita uma questão como essa para tentar passar sua visão preconceituosa sobre o nosso presidente … é tão ignorante quanto.
    Abraços

  • Hefestus 22/05/2009 at 19:03

    Eu ia dizer que, a mim pelo menos, a primeira intervenção, do Issak, parecia mais uma brincadeira do que uma pergunta a sério. Mas A Dafne já disse isso, também. Em todo o caso, acho que o pessoal conclui rápido demais e fica nervoso mais rápido ainda…

  • Luiz Cláudio 22/05/2009 at 19:04

    Como é bom saber de uma informação exclusiva por aqui. :)

    Das que participaram do leilão, eu preferia a Objetiva. A Agir e a Cosac Naify parecem ter uma certa tendência a tornar o objeto “livro” algo fetichista, cheio de frou-frous, o que encarece bastante. Tomara que isso não ocorra, pois a literatura de Rubem Fonseca não combina com isso.

    Tomara que dê tudo certo e que o escritor volte à velha forma. Sem pressa.

  • Roberto 22/05/2009 at 19:26

    Engraçado como o meio literato adora essas picunhias e fofocas: Por que será que ele saiu? Por que será que ele saiu?

    Na verdade, pouco importa. Rubem Fonseca não lança algo relevante há muito tempo.

    A Agir fez uns lançamentos de qualidade, porém tem um grande pecado: não recebe originais. No próprio site, diz para você procurar algum agente literário.

  • Ricardo Soares 22/05/2009 at 19:30

    O passe do Rubem contista devia valer muito mais que o passe do Rubem romancista …

  • fábio 22/05/2009 at 19:35

    ………………………………………………………………………………………………………….
    ………………………………………………………………………………………………………….
    ……………………………………Gentén,…o Rubens da
    …………………………………………………………………………………………………………
    ………………………………………..”Iscrava Isaura..”…………………………………….
    …………………………………………………………………………………………………………
    …………………………………………………..é,
    …………………………………………………………………………………………………………
    ……………………………………………….outro.
    …………………………………………………………………………………………………………
    ………………………Sê não me engãno,…ele até já morreu.
    …………………………………………………………………………………………………………
    ……………………Fazia o papel de,..Leôncio,….o patrão do mal.
    …………………………………………………………………………………………………………
    …………………………………………………………………………………………………………
    ……………Como sê existisse,…patrão do bem,…..afff……maria,
    ………………………………………………………………………………………………………..
    …………………………………………..desculpe ,
    …………………………………………………………………………………………………………
    …………………………………………………a,
    …………………………………………………………………………………………………………
    ……………………………………..”..redundãncia”.
    …………………………………………………………………………………………………………
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ………………………………………………Esse,
    ……………………………………. Ruben Fonseca,
    …………………………………não tem nada há ver com
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ……………………………………………..novéla,
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ………………………………………………..não,
    ………………………………………………….o
    ………………………………………..negócio dele
    ………………………………………………… é,
    …………………………………………………………………………………………………………
    …………………………………………….CINEMA.
    …………………………………………………………………………………………………………
    …………………………………………………………………………………………………………
    ………………………………………….Ele vive na tv,.
    ……………………………..comentando sobre os filmes,
    ………………tem uma barbichinha e usa óculos de aro preto,
    ………………………………………paréce um fugitivo
    ………………………………………………..de
    ……………………………………………alcatrás.
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ……………………………………………………………………………………………………….
    ….Agóra,…eu não sabia que o “fugitivo” éra tão disputado,..assim.
    ……………………………………………………………………………………………………….
    …………Ólha,…1 milhão,….prá comprar o passe disso aí..?
    ……………………………………………………………………………………………………….
    ……….Prá falar a verdade,…eu nem sabia que ele tinha passe.
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ……………………Mãns,..enfim,….internét é bom por isso,
    ……………………………..sempre aprendemos coisas
    ……………………………………………”nóvas”.
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ………..Trocamos figurinhas,….identificamos as celebridades,
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ……………………ficamos sabendo dos,…LEILÕES…….!
    ………………………………………………………………………………………………………..
    …………………………Ãnh,….e por falar em,..leilão,…….
    ………………………………………………………………………………………………………..
    …………eu tenho um MAVERIK 76,….inxutinho…..6 cilindros,
    ……………………………………………………………………………………………………….
    …………………tô RIFÃNDO ele,……cinquentinha o número.
    ……………………………………………………………………………………………………….
    ………………………..Alguém,…vai querer um,….”number”..?
    ………………………………………………………………………………………………………
    ………………………………………………………………………………………………………

  • Raimundo Guedes 22/05/2009 at 19:44

    Porra, José Augusto, você escreve mal pra caralho!!!! Releia o que escreveu e verá.
    Está DEMITIDO!

  • Cezar Santos 22/05/2009 at 19:53

    Sérgio, 1 milhãozinho?
    Isso tá me cheirando a uma jogada do Zé Rubem, de comum acordo com o Caio da Cia… fizeram uma “misanscene” e o Rubão pegou o seu. A Cia já tinha ganho uma grana boa com ele, certo?
    Agora, o Zé Rubem tá precisando dar um up mesmo. Os últimos livros foram francos caça-níqueis.
    Continuo achando que o cara é um dos melhores escritores do Brasil. Se considerarmos só os contos, então, é dos melhores do mundo. Mesmo um livro ruim dele é trocentas vezes melhor que as “obras-primas” de uma molecada incensada pela mídia que tá publicando ai…
    Rubão tá velhinho, mas acho que se ele se concentrar ainda dá tempo de escrever pelo menos mais dois livraços.
    Vai que é sua, Zé Rubem…

  • dafne 22/05/2009 at 20:20

    ah, e é O dafne.

  • Claudio Soares 22/05/2009 at 20:26

    Sérgio, o Thiago terá razão se tiver lido na Folha Online, por exemplo. Esqueça essa ideia [antiquada] de que jornal só pode ser de papel.

  • ailton corneta - escritor e psicanalista 22/05/2009 at 20:27

    leiam flores ao vento, ou, a noite dos girassóis, ou o novo livro de Rubem Fonseca, mas por favor, comentarios ignóbeis a respeito do nada, do que não é ou do que não será, são completamente dispensáveis, pois demonstram tanta ignorância literaria que só vem confirmar a nossa insignificancia diante da cultura e do desenvolvimento cultural deste pais. Abstenham-se curiosos, ignorantes e certamente brasileiros insensatos. Obrigado.

  • ailton corneta - escritor e psicanalista 22/05/2009 at 20:27

    leiam flores ao vento, ou, a noite dos girassóis, ou o novo livro de Rubem Fonseca, mas por favor, comentarios ignóbeis a respeito do nada, do que não é ou do que não será, são completamente dispensáveis, pois demonstram tanta ignorância literaria que só vem confirmar a nossa insignificancia diante da cultura e do desenvolvimento cultural deste pais. Abstenham-se curiosos, ignorantes e certamente brasileiros insensatos. Obrigado.

  • ailton corneta - escritor e psicanalista 22/05/2009 at 20:27

    leiam flores ao vento, ou, a noite dos girassóis, ou o novo livro de Rubem Fonseca, mas por favor, comentarios ignóbeis a respeito do nada, do que não é ou do que não será, são completamente dispensáveis, pois demonstram tanta ignorância literaria que só vem confirmar a nossa insignificancia diante da cultura e do desenvolvimento cultural deste pais. Abstenham-se curiosos, ignorantes e certamente brasileiros insensatos. Obrigado.

  • ailton corneta - escritor e psicanalista 22/05/2009 at 20:27

    leiam flores ao vento, ou, a noite dos girassóis, ou o novo livro de Rubem Fonseca, mas por favor, comentarios ignóbeis a respeito do nada, do que não é ou do que não será, são completamente dispensáveis, pois demonstram tanta ignorância literaria que só vem confirmar a nossa insignificancia diante da cultura e do desenvolvimento cultural deste pais. Abstenham-se curiosos, ignorantes e certamente brasileiros insensatos. Obrigado.

  • ailton corneta - escritor e psicanalista 22/05/2009 at 20:27

    leiam flores ao vento, ou, a noite dos girassóis, ou o novo livro de Rubem Fonseca, mas por favor, comentarios ignóbeis a respeito do nada, do que não é ou do que não será, são completamente dispensáveis, pois demonstram tanta ignorância literaria que só vem confirmar a nossa insignificancia diante da cultura e do desenvolvimento cultural deste pais. Abstenham-se curiosos, ignorantes e certamente brasileiros insensatos. Obrigado.

  • ailton corneta - escritor e psicanalista 22/05/2009 at 20:27

    leiam flores ao vento, ou, a noite dos girassóis, ou o novo livro de Rubem Fonseca, mas por favor, comentarios ignóbeis a respeito do nada, do que não é ou do que não será, são completamente dispensáveis, pois demonstram tanta ignorância literaria que só vem confirmar a nossa insignificancia diante da cultura e do desenvolvimento cultural deste pais. Abstenham-se curiosos, ignorantes e certamente brasileiros insensatos. Obrigado.

  • ailton corneta - escritor e psicanalista 22/05/2009 at 20:27

    leiam flores ao vento, ou, a noite dos girassóis, ou o novo livro de Rubem Fonseca, mas por favor, comentarios ignóbeis a respeito do nada, do que não é ou do que não será, são completamente dispensáveis, pois demonstram tanta ignorância literaria que só vem confirmar a nossa insignificancia diante da cultura e do desenvolvimento cultural deste pais. Abstenham-se curiosos, ignorantes e certamente brasileiros insensatos. Obrigado.

  • Sérgio Rodrigues 22/05/2009 at 20:31

    Claudio, nesse caso é recomendável mencionar “o site do jornal”. De todo modo saiu aqui antes da Folha Online. Antiquadas ou não, certas idéias continuam valendo – a de que notícia não se despreza, por exemplo.

  • Claudio Soares 22/05/2009 at 20:33

    Depois do artigo que escreveu sobre sobre o Kindle 2.0 [Portal Literal], imaginei que o Rubem Fonseca pudesse aproveitar o momento e inovar, publicando seu próximo título em e-book, como autor independente… Quem sabe daqui a 20 anos…

  • Flávio Alexandre 22/05/2009 at 20:34

    Esse milhão é pelo passe do Rubem de “Agosto” e “Romance Negro” ou vai pro outro Rubem, o de “Confraria dos Espadas”, só pra citar o menos ruim dos últimos? (será que é desse Ruben que o Issak se referiu?)

  • Claudio Soares 22/05/2009 at 21:01

    Sergio, priorizei a notícia, não o veículo, afinal jornalismo on-line ainda é jornalismo [sério]. No Twitter [radaronline] a notícia apareceu por volta das 15h…

  • fábio 22/05/2009 at 21:15

    …………………………………………………………………………………………………………
    …………………………………………………………………………………………………………
    ……………………………..”..Caro”,…Corneta,..das 20:27.
    …………………………………………………………………………………………………………
    …………………………………………………………………………………………………………
    ………………………………”..escritor e psicanalista..”.
    …………………………………………………………………………………………………………
    …………………………………………………………………………………………………………
    …..O que você quiz dizer com,…..:
    …………………………………………………………………………………………………………
    ……………………..” abstenham-se curiosos,ignorãntes
    ………………………………………………… e
    ………………………………..brasileiros insensatos….”…?
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ……………………………….Prá quem foi éssa,..”.indiréta.”.?
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ……………………………………………….Prá mim…?
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ………………………………………………………Ou
    ………………………………………………………………………………………………………..
    ……………………………………………………..prô,
    …………………………………………………..póbre
    …………………………………………………..IsaaK….?
    ………………………………………………………………………………………………………….
    …………………………………………………………………………………………………………
    …Que nem sabe quem é,…..Ruben Fonseca e teve a coragem
    ……………………………………………………de
    ………………………………………………assumir,
    ………………………………………….publicamente..?!
    …………………………………………………………………………………………………………
    …………………………………………………………………………………………………………
    ………………….Por que éssa,….arrogância,….Corneta….?
    …………………………………………………………………………………………………………
    …………………………………………………………………………………………………………
    ………Quem você pensa que é,……….prá cantár de galo,
    ……………………………………………….em,
    …………………………………..pulêro,……alheio…?
    …………………………………………………………………………………………………………
    ………………..Nem o dono do blóg,…..trata as pessoas assim.
    …………………………………………………………………………………………………………
    …………………Imagina no seu,….. “consultório”,….como você
    ……………………………..deve tratar seus,….pacientes.
    ………………………………………………………………………………………………………..
    …………………………………………………………………………………………………………
    ………………Sê aqui,…só por causa de uma duvidazinha de nada,
    ……………………………………..você já sái dando,
    ……………………………………………….COICE,
    ………………………………………………imagina,.
    ……………………………………………………lá,
    …………………………………………….no teu divã..?
    …………………………………………………………………………………………………………
    …………………………………………………………………………………………………………

  • Aderbal Saquarema 22/05/2009 at 21:28

    Corneta – literatura é feita de curiosos, ignóbeis, ignorantes, brasileiros, russos, americanos, ingleses, alguns comuns, outros insensatos,outros brilhantes, que sofrem,choram, vivem e morrem seus cotidianos em seus espetáculos particulares. Ah… a literatura também é feita de psicanalistas arrogantes e congêneres…

  • naldinho 22/05/2009 at 22:15

    Interessante, quando me deparo com assunto relacionado a livros, obras em destaque, aquela que é visto com best sellers, boom do editorial. Penso no preço dos exemplares.

  • Michel 22/05/2009 at 22:26

    Rubem Fonseca é, disparado, o melhor autor brasileiro da atualidade.

  • Márcia Pacheco 23/05/2009 at 00:22

    É lamentável não olhar pro próprio umbigo, não conhecer sua própria cultura, ou os representantes dela.É como se olhar no espelho e ver outra imagem, é como não ter identidade.Boa sorte ao nosso querido escritor Rubem Fonseca

  • Sebastião Firmiano 23/05/2009 at 00:55

    Sorte, Rubem já tem. Fechar um contrato desses além talento
    e escrever muito, tem que ter sorte.

  • Carlos Eduardo 23/05/2009 at 03:50

    Creio que o já famoso Issak _ conseguiu chamar mais atenção que a nova editora do escritor _ estava sendo irônico. Para nós outros que lemos (?) Rubem Fonseca, está faltando um pouco de sutileza para perceber coisa tão óbvia.

    *

    Preferia que a Cosac Naify tivesse vencido essa.

    *

    “Pela capacidade única de misturar vinhos, charutos, digressões eruditas, erotismo cru e a violência urbana mais degradante, mostrando de forma perturbadora um país pré-capitalista e a ignorância que o devasta…”

    Justificativa da Academia Sueca, ao conceder o Nobel de Literatura a Rubem Fonseca, em 08 de Outubro de 2009.

  • Paulo 23/05/2009 at 03:54

    1. A quem não sabe quem é Rubem Fonseca, por favor, um pouco mais de literatura brasileira de boa qualidade e menos J.K. Rowling;

    2. Ao que é escritor e poeta, desculpe, mas com uma frase dessas sendo uma de suas favoritas é bom que você possua n poesias e mantenha-as em sua posse.

  • José Neto 23/05/2009 at 08:27

    O talento de um escritor não se mede pelo valor de seu “passe”. Rubens Fonseca, sem dúvidas, é um ícone na literatura. Mas gostaria apenas de enfatizar que a cultura vai além das fronteiras de Rubens Fonseca. Não vou citar nomes, para não ser injusto, mas existem bons autores, tão bons quanto o próprio Rubens Fonseca, que ficariam feliz com a décima parte do por ele obtido erm seu leilão. Quer saber o que eu penso? Deus é do tamanho que você imagina. Rubens Fonseca é bom (não tão bom pelos trabalhos recentes), mas é Rubens Fonseca. Tomara que ele tenha um coringa na manga. Aliás, deve ter, ou a AGIR não teria pago meio milhão de dólares para ter o direito de publicar Rubens Fonseca.

    Abraços.

  • Maria 23/05/2009 at 08:38

    Quer horror! Quem é que pensa ser Rubem Fonseca um desconhecido também pensa que o eleitor de Lula não é bom leitor de ótimas obras. Acho que confundem leitor com eleitor.

  • Maria 23/05/2009 at 08:40

    Acho que confundem leitor com eleitor.

  • Francisdo de Assis Rodrigues 23/05/2009 at 08:56

    Quem conhece o Rubens Fonseca sabe do seu inegável talento: Agora, caro escritor é só Vastas Emoções e Pensamentos Imperfeitos…

  • Roberta Diniz 23/05/2009 at 09:29

    Na minha opinião, todas as editoras concorrentes são doidas ou dopadas por retornos fáceis, sendo que os diretores da maioria inclusive, viajam para todos os anos para Frankfurt na vã ilusão de encontrar e de comprar best sellers que acreditam vão lhes dar dinheiro também no Brasil.
    Aqui no Brasil temos muitos escritores bem melhores do que um Rubem Fonseca que nenhum jovem aprecia.
    Por que não publicam (ou republicam) as 76 obras sensacionais de um Max Sussol, por exemplo, que já estão esgotadas há dezenas de anos e que raramente só podem ser encontradas inc num sebo, como seu DICIONÁRIO DOS SONHOS E PESADELOS, DEUS NO BANCO DOS RÉUS, O LIVRO DOS BENZIMENTOS, FÓRMULAS MÁGICAS PARA OBTER SUCESSO E DINHEIRO, A MÃE DE DEUS NÃO FOI A ÚNICA MÃE VIRGEM, COMPROVADO: NÃO EXISTEM DISCOS VOADORES, JESUS FOI O 1º COMUNISTA? O CATOLICISMO E´ 1 PLÁGIO? O LIVRO DOS BENZIMENTOS, FEITIÇOS DE AMOR e tanto outros livros esclarecedores.

  • Patixa 23/05/2009 at 09:30

    Gente, eu penso o seguinte: Só de entrar neste blog e fazer comentários, o cara não é iletrado. Concordo com o (a) Dafne…o Isaak deve ter feito uma ironia. Quem é este Fábio??? Estou me apaixonando por ele…Já o Rubem Fonseca fez um leilão do seu passe e se deu bem. Isso deveria acontecer mais vezes no Brasil. Beijos mineiros.

  • kylderi 23/05/2009 at 09:59

    Acho uma pena ele ir para Agir, pois é uma editora descuidada. Toda semana busco um relançamento das obras em prosa do Nelson Rodrigues e só as acho nos sites da Americanas, Submarino ou Saraiva. Na semana passada, havia, somente na Saraiva, A menina sem estrelas, do Nelson. Na página da Agir, o livro ainda não consta. Além disso, seus livros são caríssimos.

  • Toro Rosso 23/05/2009 at 10:21

    Esse tal de Issak é partidário do Serra. Só pode ser.

  • Drex Alvarez 23/05/2009 at 10:22

    Este post saiu na capa do IG, né?

  • Carlos Eduardo 23/05/2009 at 10:37

    Concordo com as ponderações que o kylderi fez sobre a Agir. Quanto ao tal Issak, só pode ser ironia, e ele deve estar rindo com a falta de sutileza e com a burrice de quem acredita que ele não sabe quem é Rubem Fonseca.

    De minha parte estou apaixonado pelo comentário que a mineira Patixa fez. E por ela também…

  • João Athayde 23/05/2009 at 11:04

    Quando a editora Planeta, de matriz espanhola, aportou aqui no Brasil, tinha os dentes afiados e comprou os passes de alguns escritores bons de vendagem, aporrinhou outros tantos com a estampa de dólares e euros e depois sossegou o facho. Por que desistiu – ou nem tentou – abrigar Rubem Fonseca sob suas asas de ave de rapina? Penso que, salvo engano (e, Sérgio, me corrija se eu estiver errado) houve um namoro algo sério entre a Planeta e o Rubem Fonseca, enquanto o escritor brasileiro estava comprometido com a Companhia das Letras.
    De qualquer maneira, a editora Agir é tradicional em nosso mercado e nenhuma empresa que se preze joga um milhão de reais no ralo – daí podermos deduzir que as obras de Rubem Fonseca, antigas e futuras, irão receber tratamento e esmero que extrapolam todas as expectativas de seus leitores.

  • kylderi 23/05/2009 at 11:31

    Li agora na Veja (assinante) que Laurentino Gomes, autor de 1808, foi para Ediouro. Seu próximo livro, 1822, contará no lançamento com DVD do making of da obra. Como é isso? Antes, havia a divulgação dos originais; hoje farão DVD de making of? Desculpe, Sérgio, mas já penso que essa notícia diz respeito mais ao NON SENSE do Ryff.

  • Claudio Soares 23/05/2009 at 13:15

    Kylderi, não acho que seja non sense não [se bem que livros com DVDs, em época de Cloud Computing, soe um pouco estranho].

    “Making of” de livros não é algo novo. Eu mesmo, em 24/07/2006, escrevia no antigo blog do SD8: Criei este blog basicamente para ir registrando o “making of” do “Santos-Dumont Número 8″…

    Leia o meu artigo desta semana no iMasters/UOL: “Livros como Web Services” [basta clicar no meu nome aí em cima].

    Enquanto implementamos o projeto @sd8 no Twitter [o primeiro romance brasileiro publicado em uma rede social], no iMasters e no blog Pontolit, eu discuto ideias, apresento problemas e soluções do dia a dia do projeto e mostro um pouco da minha visão [20 anos de Internet/Bitnet/Usenet etc] sobre o que deverá ser um “livro” on-line [ebooks não, mas livros on-line, ou seja, software].

    É algo realmente novo, ainda considerando o conservadorismo do mercado editorial. Aqui no Brasil, para você ter uma ideia, o @sd8 só é citado em cadernos de tecnologia [na Europa tem acontecido diferente].

    Mas, não tem problemas. Entendemos que seja o preço do pioneirismo.

    Aos jornalistas, também sugiro a leitura do artigo “O Jornal é o Software” sobre o Times Reader e APIs que o NY Times abriu para que desenvolvedores acessem suas bases de dados. Basta procurar na seção Web Writing do iMasters/UOL.

  • kylderi 23/05/2009 at 13:38

    Cláudio, obrigado pelos esclarecimentos, contudo, em literatura, a melhor tecnologia é a frase estilizada, o intelecto e a sensibilidade do autor, o resto é acessório ou suporte. Vou, sim, ler o seu artigo.

  • Claudio Soares 23/05/2009 at 14:00

    Concordo, Kylderi, a literatura lida on-line ainda é a velha e boa literatura. As redes sociais são apenas mais um espaço [novo e com suas idiossincrasias] para a criação de narrativas. A propósito, a “Notatio” de Roland Barthes, não me parece muito distante das “status updates”. Abs.

  • ari 23/05/2009 at 15:17

    vocês terráqueos são uns pregos mesmo. vou recomendar a meus superiores a sua completa aniquilação.

  • Allen 23/05/2009 at 15:23

    Qual a lista dos mais bem pagos?

    Paulo Coelho, Augusto Cury, etc.

    Acho que será uma boa redistribuição de renda…pagar a conta do Rubem….enfim, um escritor e não um pseudo-escritor na lista da Forbes…

    Agora, se pagaram 1 milhão, terão que vender cada livro a 20 reais de custo, mais impostos, dá uns 10 reais de lucro no máximo…1.000.000/10= 100.000 livros…alguém vende tudo isto de livro no Brasil?

    inté

    Allen.

  • isaac 23/05/2009 at 15:36

    um milhão de moedinhas é uma grande boa, não é não???

  • isaac 23/05/2009 at 15:51

    e eu não sou esse isaac não, viu?
    isaac é isaac, issak é outro isaac.
    e pelos caracteres usados e pela forma de publicação, em caixa alta e com várias interrogações, eu até já sei quem foi que publicou esse post.
    gosto muito do rubem fonseca, principalmente o início.

  • Rafael Rodrigues 23/05/2009 at 23:40

    Sérgio, você tá cobrando quando pela publicidade aqui nos comentários? Tipo, lincaram meu blog aí, mas não tenho dedo nisso. Me refiro à publicidade feita em primeira pessoa.

  • Claudio Soares 24/05/2009 at 23:56

    Kylderi, olhe isso aqui:

    Random House’s e-book list has authors for downloading with ‘rich media’ content to phones, computers, PDAs and e-readers http://ow.ly/90d8 (@cssoares).

    O que isso significa? Os e-books da Random agora vêm com vídeo, imagens, audio, games e aplicações embutidos, ou seja [há tempos bato nesta tecla], são livros processáveis, resumindo: software.

    Com os ebooks [inteligentes] sendo adotados, efetivamente, pelo mercado, agora sim, só conitnuará cheirando os ácaros, quem quiser…

    Próximos passos: os autores nacionais precisam tomar coragem e se autopublicar, de preferência em formato digital, através de sites como Smashwords, Scribd etc. Trabalhem seus livros através das redes sociais.

    O movimento dos autores indie cresceu bastante nos EUA nos últimos anos.

    Na última semana publique no meu Twitter essa chamada:

    The number of new U.S. on-demand titles brought to market in 2008 exceeded new U.S. traditionally-published titles. http://bit.ly/EnoLh

    Ou seja, em 2008, os EUA, publicaram-se mais livros sob demanda do que pelas editoras tradicionais.

    Lá, a lider desse segmento é a Authors Solutions que recentemente, soubemos pela imprensa, tornou-se parceira da Ediouro, que, muito provavelmente, deverá ‘tropicalizar’ o know-how e serviços da empresa americana.

    Em um exercicio de futurologia, eu arriscaria que, em um futuro próximo, teremos no Brasil a oferta de serviços que aglutinarão os recursos e produtos hoje oferecidos nos EUA por empresas como a Authors Solutions e a Smashwords [e-publishing para autores independentes].

    Recebi de um amigo a interessante [e preocupante] matéria em que diversos editores nacionais emitem suas opinião a respeito do ebook.

    Eu acho que eles ainda não perceberam que o problema está para além do formato do livro. A competição deixou de ser local para ser global.

    O que diferenciará os editores nacionais dos estrangeiros será justamente [e apenas isso, acreditem] o seu suposto know-how naquilo que [deveríamos] conhecer mais dos que os estrangeiros, ou seja, a literatura nacional.

    [E isso é tão irônico quando se constata o quanto se publica no Brasil de literatura estrangeira e o quanto não se publica da nacional]

    Quem avisa amigo é: Editores nacionais invistam mais no desenvolvimento de uma literatura nacional cada vez mais forte.

    O Brasil é mais do que RJ e SP [e um ou outro escritor fora desse eixo].

    Abs.

  • Claudio Soares 25/05/2009 at 00:01

    A matéria a que me refiro é aquela publicada pela Folha de SP, intitulada ‘Encolheram o livro’ [recebi o texto de um amigo, não sou assinante]…

  • Thiago 25/05/2009 at 11:03

    Já passou do ponto a questão, Sérgio, mas digo que não há motivo algum para eu mentir: li a notícia na Folha Online, vim ao seu blog buscar algum comentário crítico e encontrei apenas o registro puro e simples do fato.

  • Sérgio Rodrigues 25/05/2009 at 12:18

    Thiago: passou do ponto mesmo. Só gostaria de destacar que se você tivesse feito o caminho inverso, passando primeiro pelo Todoprosa, por algum tempo não encontraria na Folha Online nem notícia nem comentário. Insisto que notícia é notícia, se impõe, comentário fica em segundo plano. Principalmente sobre algo tão seco, o anúncio de uma nova editora para um autor, sem nenhum detalhe sobre estratégia de relançamento ou qualquer outro por enquanto. No comments – é isso mesmo.

  • Inutil 25/05/2009 at 16:43

    A Agir é da Ediouro. E acho Ediouro é desorganizada. Foi um excelente negócio para o autor, mas não sei se foi para o distinto público leitor. De qualquer forma, torçamos.

  • kylderi 25/05/2009 at 20:51

    Cláudio, o domínio desses meios eletrônicos pode facilitar a divulgação e a disseminação de uma obra literária, contudo não é tarefa do escritor aprender isso e penso que não há muitos leitores para literatura que troquem o livro (mesmo com ácaros) por e-book ou até mesmo pelo kindle. Creio que você esteja , realmente, levantando uma bandeira pioneira. Esperemos, então, que haja a popularização que houve com o celular e os PCs.

  • Luiz Cláudio 26/05/2009 at 08:54

    Melhor a Agir do que a Cosac Naify (pelo aspecto do preço de capa e frou-frous nas edições).

    Melhor a Record do que a Agir (apesar da aparência de xerox mal-tirada das páginas dos livros da Record)

    Melhor a Rocco do que a Record (apesar do histórico de capas horríveis da Editora Rocco)

    O ideal seria a Objetiva mesmo, mas como literatura se faz de dinheiro também, a coisa ficou como ficou. Agora é esperar para folhear essas novas edições de livros antigos que eu tenho e comparar pra ver como ficou.

  • thiago garcia 19/06/2009 at 17:54

    Ola meus amigos, me chamo thiago….aproveito o espaço, para tentar entrar em contato com o outor AILTON CORNETA.

    Por acaso encontrei seu livro, Flores ao vento…li, adorei…pretendo ler outros livros dele e sua indicaçao para ler o novo livro de Rubem Fonseca…

    se alguem souber o email dele, ou ele mesmo ver esse post, peço que entre em contato comigo…

    obrigado caros colegas meu email é : rochagarcia74@hotmail.com

  • Carlos 26/08/2010 at 17:08

    Quem é Max Sussol peramôdideus? Pseudônimo de queeeeeem? Se esgotou e ninguém publicou mais é porque n vendeu nada. E provavelmente ele mesmo põe os livros no sebo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial