Votos de lombada

22/12/2015

Na onda da poesia de lombada, ou spine poetry, fiz esse cartão de ano novo em 2013. Acho que continua valendo!

poesia de lombada 3

One Comment

  • Felipe Holloway 22/12/2015 at 22:41

    Hahahahahahaha, genial, sobretudo as posições/significados de “A Testemunha Silenciosa” e “Respiração Artificial”! Outra possibilidade contemplativa para essa melancólica reta final da existência seria o “Ficando longe do fato de já estar meio que longe de tudo”, do DFW.

    Abraço.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial