Woolf, Sábato, Mitchell e eu: uma sexta cheia de links

01/07/2011

Em 1927, num debate transmitido pelo rádio, perguntaram a Virginia Woolf se não estavam sendo escritos e publicados livros demais – sim, já naquele tempo. A resposta da autora de “Orlando” foi espirituosa: “Por que não publicar a primeira edição em algum material perecível que se desfaça num montinho de pó perfeitamente asseado no prazo de seis meses? Se uma segunda edição fosse necessária, esta sim poderia ser impressa em papel bom, com boa encadernação… Não se desperdiçaria espaço e não se acumularia lixo”. A mordaz profecia finalmente pode se cumprir, e com evidentes vantagens sobre o “montinho de pó”, na era digital. Mais sobre Woolf, a crítica literária, em inglês, aqui.

*

“Um homem pode fugir e não ser um covarde, pode abandonar um movimento e não ser um traidor, pode matar e não ser um criminoso.” O “Babelia” publicou um fragmento inédito de La fuente muda, romance que Ernesto Sábato abandonou. O escritor argentino, que morreu no último 30 de abril, teria completado cem anos há uma semana.

*

“Esse livro de ensaios é na verdade divertido – e isso é algo que eu fico muito surpreso de escrever sobre teoria literária.” No blog do “Guardian”, Sam Jordison escreve a respeito de um volume de ensaios acadêmicos (sobre a obra de David Mitchell) que ele considera um bem-vindo sinal de que a crítica universitária está finalmente acordando para a conversa literária contemporânea.

*

Divido com os leitores do Todoprosa, que têm muito a ver com isso, uma dessas raras alegrias públicas que a literatura propicia: o vídeo do momento em que este escriba recebeu das mãos da querida best-seller Thalita Rebouças o Prêmio de Cultura do Estado do Rio de Janeiro na categoria Literatura, em cerimônia realizada quarta-feira no Teatro Municipal do Rio. Não tenho dúvida de que tanto quanto meus livros, como os recentes “Elza, a garota” e “Sobrescritos”, este blog pesou decisivamente na balança. Aqui, a lista dos premiados nas 18 categorias em disputa.
.

httpv://www.youtube.com/watch?v=a7kAgMD8Ix8

20 Comments

  • Gabriela Erbetta 01/07/2011 at 13:37

    Sérgio, prêmio merecidíssimo. Sou sua fã, desde sempre. Beijos

  • Regina 01/07/2011 at 14:29

    Dedicatória precisa. Premiação mais que merecida.

  • Amelia 01/07/2011 at 16:53

    Parabens,Sérgio. Sou sua fã há muito tempo, adoro tudo que você escreve. Não li seu livro mas tenho certeza, pelo que leio no blog, de que você merece o prêmio.
    Abraço

  • sergiorodrigues 01/07/2011 at 17:40

    Gabriela, Regina e Amelia: obrigado pelas mensagens gentis. Abraços.

  • Noga Sklar 01/07/2011 at 19:14

    Muito bacana. Bacana e merecido (tô falando do vídeo, ops, do prêmio). Engraçado que antes de vir aqui eu já tinha escrito hj sobre a necessidade de formar leitores, ou, como diz o querido Sergio, não haverá futuro neste país.

  • marcelo ac 01/07/2011 at 19:19

    Parabéns, Sérgio! Até que enfim estamos num blog, digo nós, leitores, onde além de recebermos, de vez em quando, algumas dicas, aliás “dicas” ou “toques” que o próprio autor desdenha de quando em vez,que além de nos colocar a par das mais recentes “good news” ou “bad news” da dita cuja literatura, acaba agora de ser finalmente homenageado oficialmente pela cidade maravilhosa. E, melhor do que tudo, você acaba de dividir isso com a gente. Te amamos, cara! Um abração de mais um escrivinhador – Marcelo Duprat de Almeida Camargo

  • sergiorodrigues 01/07/2011 at 20:32

    Opa, Marcelo! Agradeço as palavras generosas. Grande abraço e vamos em frente.

  • clara lopez 01/07/2011 at 23:18

    Gostei de você ter recebido o prêmio e gostei do que disse sobre a necessidade urgente de uma política pública para a educação no país, já estamos mesmo muito atrasados quanto a isso. Infelizmente, ainda não vejo sinais de mudança nos próximos anos.
    grande abraço, parabéns,
    clara

  • Orlando Simões 02/07/2011 at 01:42

    Realmente merecido o prêmio. Acompanho o trabalho do Sérgio desde o No Mínimo, sua mudança para o Ig e depois para cá para a Veja, sempre mantendo sua postura, opiniões e acima de tuda sua qualidade de conteúdo.

    Mais que merecido Sérgio. Parabéns.

  • Ernani Ssó 02/07/2011 at 12:21

    Parabéns, Ségrio.

  • Aida Lima 02/07/2011 at 14:41

    Olá
    Estou divulgando um livro que adoraria que você conhecesse: o romance histórico O Fundador de Aydano Roriz. Trata-se de um primoroso livro que conta de forma rica e divertida os primeiros anos do Brasil. Posso lhe enviar um release e uma foto da capa do livro? Abs! Aida

  • Samla 02/07/2011 at 16:47

    Parabéns pelo prêmio, Sérgio =)
    Ah, e adorei teu discurso

  • Stefano 03/07/2011 at 13:03

    Aeeeee!!

  • sergiorodrigues 03/07/2011 at 17:03

    Ernani, Samla, Noga, Clara, Stefano e Orlando: obrigado pelas palavras. Bacana demais.

  • João Paulo 04/07/2011 at 22:53

    Sérgio,

    também fico muito orgulhoso! Sou tiete. Parabéns, qualquer prêmio é pouco…

    Uma curiosidade off-topic: quanto você tem de altura?

    Abraço.

  • sergiorodrigues 05/07/2011 at 12:11

    Obrigado, João Paulo. Tenho 1,87m.

  • carlos magno 05/07/2011 at 18:42

    parabens, não somente pela materia que estava otima, como tambem pelo premio adquirido, você merece, não estou puxando o saco, somente elogio que merece, e com certeza você é um merecedor da alcunha de escritor.

  • sergiorodrigues 05/07/2011 at 23:09

    Valeu, Carlos. Um abraço.

  • Ana Graña 06/07/2011 at 05:49

    Sérgio, você mereceu o prêmio e sua dedicatória foi perfeita. Parabéns!!

    • sergiorodrigues 07/07/2011 at 10:52

      Obrigado, Ana!

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial