Clarice e os sinos sem som

23/05/2006

Convite que circula no Rio:

O Exmo. Sr. Presidente da Câmara Municipal do Rio de Janeiro, Vereador Ivan Moreira, tem a honra de convidar para a solenidade de entrega do título de Cidadã Honorária do Município do Rio de Janeiro, post mortem, à escritora Clarice Lispector, por iniciativa do Exmo. Sr. Vereador Eliomar Coelho, a realizar-se no dia 02 de junho de 2006, às 17:00 horas.

Demorou, não? Clarice (1920-1977) merece todas as homenagens – mesmo uma de prestígio em frangalhos como essa dos vereadores cariocas –, mas é engraçado imaginar sua provável reação de desprezo a tal tipo de “glória oficial”.

Lendo o convite, me lembrei de uma frase do finzinho de “A hora da estrela”, quando Macabéa morre: “Morta, os sinos badalavam mas sem que seus bronzes lhes dessem som”.

3 Comments

  • Shirlei Horta 23/05/2006 at 11:45

    Só de tomar conhecimento fiquei meio ressabiada. Também acho que Clarice não ia gostar. Mas nem dos mortos vão deixar de tirar proveito eleitoral?

  • Leticia Braun 23/05/2006 at 15:19

    Tadinha de Clarice!

  • amaral 23/05/2006 at 23:14

    tardia e mercida!

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial