Você decide: por que a literatura brasileira é assim?

18/05/2012

No distante julho de 2007, impressionado com a capacidade que tinham os “debates críticos” sobre a literatura brasileira dos últimos 20 anos de descambar para lugar nenhum, publiquei aqui um Sobrescrito em forma de enquete chamado O problema é ‘o problema’, mais tarde compilado no livro “Sobrescritos” (Arquipélago Editorial, 2010). As respostas foram desenhadas de acordo com as metodologias mais avançadas de prospecção sociocultural da Universidade de Itaguaí, a fim de cientificamente dar conta de todos os vetores relevantes da nossa “cena”. O único problema com aquele experimento pioneiro é que a enquete era falsa, um mero simulacro literário de enquete: o internauta não votava. Será por isso que, cinco anos depois, ainda estamos mais ou menos no mesmo lugar? Por via das dúvidas decidi republicar a enquete, mas desta vez é diferente: ficamos interativos, docemente interativos. Vote, caro leitor, e ajude a descascar esse pepino.
.

[poll id=”61″]

13 Comments

  • Jesus 18/05/2012 at 14:55

    Não há leitores suficientes para que o meio cresça.

  • Rafael Rodrigues 18/05/2012 at 15:33

    E os leitores que existem leem merdas do nível de Paulo Coelho ou saga Crepúsculo

  • Beverley de Graustark 18/05/2012 at 17:00

    o preço do livro no Brasil.

  • Sérgio Rodrigues 18/05/2012 at 21:17

    Bom, explicar piada é meio constrangedor (para quem não entendeu), mas como houve uns doutores acadêmicos que, nas redes sociais, se sentiram ofendidos e trataram a resposta vitoriosa como se ela fosse a derrota da enquete, vamos lá: “Vai ler um livro e não me enche o saco” é, evidentemente, a razão de ser dessa brincadeira. Não é à toa que vem por último, depois de várias opções que se anulam. A ideia – um tanto cândida, admito – é dizer o seguinte: vamos deixar de frescura, fofoca e politicagem, moçada, mãos à obra que a coisa anda. Pena que, como queríamos demonstrar… não anda. Abraços a todos.

  • Douglas 18/05/2012 at 21:28

    Texto é ótimo !!
    Blá ,blá ,blá e vai ler um livro e não me enche o saco kkkk.
    Educação decente, habito de leitura e mais palavras como as acima é o que falta , não acha?

    • sergiorodrigues 18/05/2012 at 21:40

      Obrigado, Douglas, mas falta tanta coisa que, realmente, não sei não… Um abraço.

  • Ataliba 19/05/2012 at 10:31

    gostei da piada, mas falando sério, o que maltrata a Literatura brasileira é a politicagem, vê-se cada arremedo de escritor aparecendo com espaço impressionante na mídia que só pode ser por conhecer as pessoas certas(que o digam : Lourenço Mutareli, Marcelino Freire)pura mídia,
    Horrível, e o pior a imagem que sai da literatura brasileira para as grandes massas é a desses caras(puro lixo que eu nem devia está comentando aqui). Aí já deu….

  • Alessandro 19/05/2012 at 11:55

    Olá, Sérgio. Essa pergunta é difícil de ser respondida, talvez porque sua resposta nos leve a uma série de causas. Atualmente, grande parte dos autores brasileiros fazem um tipo de literatura que não é para grande público. Ou seja, é o tipo de texto literário que para ser lido e, principalmente, apreciado exige que o leitor conhecimento sobre artes em geral. Essa mania de transformar a literatura em um contínuo exercício de intertextualidade muitas vezes não é compreendido e nem bem aceito pelo leitor comum, que busca no livro, acima de tudo, um bom passatempo e não uma fonte de conhecimento, o que é uma pena. Por outro lado, a busca de inovações na estrutura narrativa e a noção de realismo na literatura são aspectos muitos valorizados pela crítica literária, que desse modo alimenta a contínua produção de textos que se distanciam do leitor comum. Talvez, seja necessário que os autores em vez de investirem na utilização de artifícios de forma, digamos assim, se concentrem mais na narratividade. Ou seja, é provável que tramas mais simples e diretas sem uma grande quantidade de personagens, mas que ao mesmo tempo procurem encontrar uma identificação com a chamada gente como gente possibilitem uma melhor aceitação do leitor comum. Um exemplo disso é o romance “Arroz de Palma”, de Francisco Peixoto que tornou-se um fenômeno literário. Apesar de contar uma história simples, o livro de imediato tem despertado a simpatia do leitor, que se identifica com os personagens e as situações descritas nele. É provável que aí esteja o que está faltando na atual literatura brasileira: menos pretensão e mais sentimento, emoção, elementos essenciais que fazem toda a diferença para o leitor quando este está a procura de um livro. Ou seja é necessário focar-se na produção literária que tenha mais conteúdo do que forma, que tudo indica somente agrada a crítica literária.

  • Alexandre Mandarino 21/05/2012 at 18:00

    Falta senso de humor aos escritores, leitores e críticos. Falta talento a vários dos escritores, que pararam de vez nessa mescla de sub-Machado meio gonzo/Bukowski. Faltam leitores. Faltam livros baratos. Faltam (mais) bons editores. Faltam críticos ou, pelo menos, críticos que consigam enxergar algo além de suas respectivas panelas. E sobra beletrismo, daquele bem cafona, meio Sarney e meio Odorico.

  • Afonso 22/05/2012 at 15:16
  • Claudio Seque 24/05/2012 at 01:48

    Sou autor do livro “Os Cem Anos do Século XX” que consegui escrever em 12 anos de muita pesquisa, publicar e lançar, agora estou sofrendo o maior de todos os problemas que é a divulgação! Não consigo nem saber se o livro é bom ou ruim na opinião dos críticos e dos leitores, pois estou tendo muita dificuldade de divulgação, talvez seja falta de experiência, não sei, no entanto acho que o maior problema está na divulgação, que alguns livros bons ou ruins conseguem, e o grande e maior problema é que o brasileiro não lê, pra se ter uma ideia no meu livro acho que no capítulo?? não lembro agora, mas enfim tem um assunto que diz mais ou menos assim: No Brasil um livro para se tornar best seller tem de vender cinco mil, enquanto na Alemanha ou EUA um livro para ser considerado best sellers tem de vender no mínimo um milhão de exemplares, isso lá pelo meados do século XX. Então o Brasil precisa ler, precisa de cultura. Como dizia Monteiro Lobato: “Um país é feito de homens e livros” Valeu e Obrigado pela oportunidade!

  • Claudio Seque 24/05/2012 at 01:52

    veja mais detalhes no blogdoseculo.com

  • Ricardo da Mata 06/05/2014 at 23:49

    O problema mesmo não está na lista: o modernismo como reflexo de decadência cultural.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial